PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Quartas de final da Copa América "devolvem" 11 jogadores para o Brasileiro

Arrascaeta poderá voltar ao Flamengo com eliminação da seleção do Uruguai - Alexandre Vidal/Flamengo
Arrascaeta poderá voltar ao Flamengo com eliminação da seleção do Uruguai Imagem: Alexandre Vidal/Flamengo

Marinho Saldanha

Do UOL, em Brasília (DF)

04/07/2021 04h00

Classificação e Jogos

As quartas de final da Copa América diminuíram os problema de seis clubes do Brasileiro. São eles que receberão os 11 jogadores que voltam da competição com as eliminações de Equador, Chile, Uruguai e Paraguai. Todos estarão, em breve, atuando novamente em suas equipes.

Os maiores beneficiados são Flamengo e Atlético-MG, que recebem três jogadores cada. No Fla, os retornos são do meia Arrascaeta (Uruguai), do lateral Isla (Chile) e do volante Piris da Motta (Paraguai), que ainda possui vínculo com o Rubro-Negro.

Já o Galo poderá novamente utilizar o zagueiro Junior Alonso (Paraguai), o atacante Vargas (Chile) e o meio-campista Alan Franco (Equador).

O Palmeiras abre suas portas para dois jogadores: o zagueiro Gustavo Gómez (Paraguai) e o lateral Matias Viña (Uruguai).

O São Paulo e a dupla Gre-Nal recebem um atleta cada. No Tricolor Paulista, o zagueiro Arboleda (Equador) está de volta. No Grêmio quem regressa é o meia Pinares (Chile). E o Inter fecha a lista ao contar novamente com o atacante Palacios (Chile).

Agora, restam apenas quatro jogadores que atuam no Brasileirão a serviço de seleções na Copa América. Todos eles estão na seleção brasileira: Gabigol (Flamengo), Weverton (Palmeiras), Léo Ortiz (Red Bull Bragantino) e Éverton Ribeiro (Flamengo). Peru e Argentina não possuem atletas registrados no país, e a Colômbia tem Borja, que poderá atuar pelo Palmeiras apenas em agosto.

Esporte