PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Inter: Após reestrear com vitória, Aguirre exalta elenco e busca confiança

Técnico Diego Aguirre durante a vitória do Internacional diante da Chapecoense - TARLA WOLSKI/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Técnico Diego Aguirre durante a vitória do Internacional diante da Chapecoense Imagem: TARLA WOLSKI/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Colaboração para o UOL

25/06/2021 04h00

Classificação e Jogos

Diego Aguirre teve apenas dois dias de treinos antes de reestrear no comando do Internacional, mesmo assim, o Colorado venceu a Chapecoense por 2 a 1 e obteve o seu primeiro triunfo na história do Brasileirão sobre os catarinenses na Arena Condá. Além disto, o time vermelho voltou a fazer gols com a bola rolando após um mês. Apesar do pouco tempo em solo gaúcho, o uruguaio já identificou o que faltava ao elenco neste momento de instabilidade: confiança.

Após o triunfo sobre a Chape, o treinador uruguaio fez questão de citar esse fator mais de uma vez. Ele destacou a força do elenco, lembrando que o time conquistou o vice-campeonato brasileiro há quatro meses após fazer uma campanha de recuperação.

"Primeira coisa que tentamos trabalhar é dar confiança. São esses jogadores que foram vice-campeões brasileiros meses atrás. Fizemos um bom jogo, é um estádio muito difícil. Quando a Chapecoense joga em casa é muito forte", disse.

O capitão Edenílson ressaltou o trabalho do novo treinador, mesmo menos de uma semana no cargo. "O Aguirre passou muita tranquilidade, com toda experiência, o conhecimento dele. Em poucos dias, tentamos fazer o que ele pediu, e o resultado importantíssimo na sequência", disse ao fim da partida em Chapecó.

Nestes poucos dias à frente do Colorado ficou evidente que o treinador se preocupou mais em trabalhar o lado psicológico dos jogadores do que exercer qualquer mudança tática. Por mais que tenha optado por um esquema com três zagueiros, além de Caio Vidal na vaga de Galhardo no ataque, o que se viu dentro de campo foi uma mudança de postura do clube gaúcho.

"Estamos começando, trabalhamos somente dois dias. Temos muito por fazer, mas, o mais importante de hoje, foi a vitória. Os três pontos, que estávamos precisando para, daqui para a frente, ter um pouco mais de calma para trabalhar nossas ideias. Gostei muito do espírito da equipe, me senti identificado", analisou o uruguaio.

Durante a primeira etapa, nenhuma grande chance foi cedida ao time da casa. No ataque, as constantes movimentações dos jogadores causaram confusão na marcação da Chape. O ritmo caiu depois do intervalo e o Inter permitiu algumas chances ao adversário. No entanto, continuou criando muito ofensivamente e poderia evitar sustos no final do confronto.

Aguirre não gostou que o time perdeu muitos gols. Mas preferiu, muito mais, destacar a raça, a entrega e a vontade de todos os atletas na coletiva. O parecer é que o elenco reencontrou sua força e que terá vontade para lutar por todas as bolas.

Resta agora acreditar que o treinador uruguaio irá recuperar os pontos fortes que levaram o Inter ao segundo lugar na última edição do Brasileirão. O próximo compromisso já é neste domingo (27), às 20h30, contra o América-MG, em Belo Horizonte.

Internacional