PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Felipe Melo revela qual foi seu melhor e pior momento pelo Palmeiras

Felipe Melo grita com companheiros em jogo do Palmeiras - Pedro H. Tesch/AGIF
Felipe Melo grita com companheiros em jogo do Palmeiras Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF

Colaboração para o UOL, em São Paulo

23/06/2021 11h30

Após completar 200 jogos com a camisa do Palmeiras na vitória por 3 a 0 sobre o Juventude, pelo Campeonato Brasileiro, Felipe Melo falou sobre os melhores momentos com a camisa do clube, destacando os três títulos conquistados na temporada 2020, em que foi capitão do time.

"Não tem um momento mais saboroso. Levantar o Campeonato Paulista - a primeira taça como capitão da equipe - contra o maior rival, um título que o Palmeiras não comemorava há alguns anos, foi muito saboroso", disse, Felipe Melo em entrevista ao TNT Sports.

"O título da Libertadores, por ter participado bem da primeira fase e ter tido uma lesão que acharam que eu não ia voltar, e poder voltar e levantar a taça como capitão da equipe - capitão não é só quem leva a faixa dentro de campo, faço muitas coisas fora de campo. Mais do que dentro. Dentro, várias pessoas levam a faixa. Eu sou um dos grandes líderes do elenco que faz coisas extracampo. E levantar aquela taça com outros capitães do elenco foi muito saboroso. Jogar os dois jogos da final da Copa do Brasil logo em seguida e ser campeão. Foram três momentos marcantes em que eu dei uma resposta para mim mesmo", continuou.

Pior momento

O meio-campista também falou sobre a pior experiência vivida no clube alviverde: a briga com o técnico Cuca em 2017. Felipe Melo disse que foi um momento muito complicado e que quase saiu do Palmeiras por conta do episódio.

"A briga com o antigo treinador foi muito complicada. Eu fiquei com um pé fora do clube. A briga com o Cuca foi muito difícil, beirou a tragédia, eu poderia ter saído do clube. Mas a situação foi contornada e tenho o maior respeito pelo Cuca", finalizou.

Palmeiras