PUBLICIDADE
Topo

Eurocopa - 2021

Espanha desperdiça pênalti e não sai do empate contra Polônia na Eurocopa

Lewandowski briga pela bola no duelo entre Espanha e Polônia, pela Eurocopa - Marcelo Del Pozo - Pool/Getty Images
Lewandowski briga pela bola no duelo entre Espanha e Polônia, pela Eurocopa Imagem: Marcelo Del Pozo - Pool/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

19/06/2021 17h53Atualizada em 20/06/2021 13h10

Classificação e Jogos

Em jogo com pênalti perdido de Gerard Moreno, a Espanha ficou apenas no empate com a Polônia em 1 a 1, em duelo válido pela 2ª rodada do grupo E da Eurocopa e disputado hoje em Sevilha.

Com o resultado, os donos da casa somam dois pontos e estão na terceira posição, atrás da líder Suécia (4) e da Eslováquia (3). O time de Lewandowski, por outro lado, tem apenas um ponto e precisa vender na última rodada para sonhar com a classificação.

O UOL Esporte fez um resumo do que foi o duelo entre espanhóis e poloneses. Confira:

Espanha na frente

Em busca da 1ª vitória no torneio, os poloneses começaram o duelo no campo de ataque espanhol. Logo no 1° minuto, Zielinski foi derrubado por Morata dentro da área e pediu pênalti, mas a arbitragem mandou seguir.

A Espanha, no entanto, passou a equilibrar a partida e abriu o placar aos 25 minutos. Moreno carregou e bateu de meia distância para a defesa de Szczesny. Morata, no rebote, mandou para a rede - a jogada chegou a ser invalidada por impedimento, mas o VAR confirmou o gol.

A alteração no placar obrigou os visitantes a saírem para o ataque, sempre com Lewandowski. Aos 42 minutos, o atacante do Bayern finalizou na trave e assustou o goleiro De Gea, indicando o que viria por aí.

2° tempo tem pênalti perdido

O empate veio aos 8 minutos do 2° tempo. Após cruzamento pela direita, Lewa ganhou no alto de Laporte e, de cabeça, empatou a partida com categoria.

Quatro minutos depois, a Espanha perdeu a chance de voltar à frente no marcador. Moreno, de pênati, acertou a trave, e Morata desperdiçou o rebote.

Desde então, as equipes buscaram o gol, mas sofreram com o "último passe" - além das excessivas faltas.