PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Real Madrid tem plano para contar com Mbappé e Haaland, diz jornal

Mbappé e Haaland se cumprimentam antes de jogo entre PSG e Borussia Dortmund - Alex Grimm/Getty Images
Mbappé e Haaland se cumprimentam antes de jogo entre PSG e Borussia Dortmund Imagem: Alex Grimm/Getty Images

Colaboração para o UOL

10/06/2021 10h34

Kylian Mbappé e Erling Haaland são os dois nomes mais desejados pelo Real Madrid. O francês é prioridade nesta janela de transferências, mas o clube estaria disposto a tentar a contratação de Haaland, caso as negociações com Mbappé não avancem. Porém, levar ambos à Espanha, no momento, exigiria uma significativa quantidade de dinheiro, e os clubes, incluindo o Madrid, vivem em uma crise financeira, em decorrência da pandemia. Nesta semana, ainda, uma possível contratação dos jogadores se tornou ainda mais complicada.

Segundo o 'AS', o Real Madrid aposta na vinda de Mbappé para esta temporada. O atacante sabe do interesse do clube espanhol e ainda não renovou com o PSG. O presidente do clube do Parque dos Príncipes declarou recentemente que nunca venderá o jogador, e que ele nunca será liberado de graça. Entretanto, os Brancos, conforme o jornal espanhol, vão utilizar a mesma tática usada para tirar Hazard e Courtois do Chelsea: insistir na contratação nesta temporada ou levá-lo a custo zero para a equipe na próxima, já que o contrato de Kylian termina em 2022 e ele se nega a renovar.

O francês de 22 anos sempre foi muito respeitoso com seu atual clube, mas de acordo com empresário da França, o atleta tem o desejo de vestir a camisa do clube da LaLiga. Por isso, o Real espera que o Paris Saint-Germain compreenda que se não liberar Mbappé agora, no próximo ano, ele pode se juntar ao clube gratuitamente, o que não agradaria a diretoria dos parisienses. Além disso, os espanhóis sabem que a venda do jogador aliviaria o bolso do PSG, que embora tenha o apoio dos Catarenses, quer lucrar com 200 milhões de euros (R$ 1,2 bilhão) com vendas neste mercado.

Mas, caso o plano do Real Madrid não funcione, o clube voltará suas atenções a Haaland, o que também não seria uma negociação fácil. O Borussia Dortmund não quer vender o norueguês neste verão, pois acreditam que o jogador é essencial para o seu projeto esportivo, e também para promover o retorno dos torcedores ao estádio.

Ainda segundo informações do jornal 'AS', o clube alemão pede mais de um bilhão de reais pelo centroavante, caso algum clube queira tentar sua contratação. Mas, na realidade, os Aurinegros não querem vender o goleador e sabem que esse valor, no contexto atual, é quase inatingível. Porém, Florentino Pérez e o CEO do Dortmund, Hans-Joachim Watzke, possuem excelente relação, e podem tentar uma negociação pelo camisa 9.

Mino Raiola, agente de Haaland, tem um acordo com o BVB, que facilita a saída do jogador do clube a partir de 2022. O valor diminuiria para cerca de 75 milhões de euros (R$ 463 milhões), mas essa quantidade ainda pode aumentar, já que este preço foi vazado quando Haaland ainda não tinha demonstrado todo seu potencial na Alemanha.

Futebol