PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Ramírez nega apatia e diz que campo de jogo "comeu as pernas" do Inter

Miguel Ángel Ramírez orienta o Inter em partida contra o Deportivo Táchira, na Venezuela - Divulgação/SC Internacional
Miguel Ángel Ramírez orienta o Inter em partida contra o Deportivo Táchira, na Venezuela Imagem: Divulgação/SC Internacional

Do UOL, em Porto Alegre

11/05/2021 22h48

Classificação e Jogos

Miguel Ángel Ramírez negou apatia do Inter no segundo tempo da derrota para o Deportivo Táchira, hoje (11), por 2 a 1, pela Libertadores. Segundo o treinador, o time ficou cansado pois o gramado do estádio Pueblo Nuevo, mais pesado e macio, "comeu as pernas" dos jogadores.

"Estávamos fazendo um bom jogo. Conseguimos sair na frente porque estávamos criando, merecíamos o resultado. Com o passar dos minutos, o campo foi 'comendo nossas pernas'. Fomos acumulando o cansaço da sequência de jogos, ficamos mais cansados na partida. E nessa sequência não conseguimos treinar, as pernas ficam pesadas, ficou claro o cansaço. Estávamos dominando e poderíamos ter feito o segundo gol num contra-ataque. Não fizemos, e cometemos erros. Eles foram nos empurrando para trás, e o campo nos comeu as pernas", disse.

Não é a primeira vez que o treinador espanhol reclama dos gramados como visitante. Na derrota para o Juventude, pelo Gauchão, ele citou que o campo do estádio Montanha dos Vinhedos, em Bento Gonçalves, era "lamentável".

Segundo ele, um campo ideal, como o do Beira-Rio, é "um jogador a mais" dentro do modelo proposto ao time.

Na avaliação de Ramírez, não houve apatia do elenco, que saiu na frente, mas levou a virada dos venezuelanos.

"Não creio que estivemos apáticos. Fomos caindo com o passar dos minutos pelo cansaço. E quando pesam as pernas, a lucidez também se vai, não conseguimos tomar boas decisões. Não acho que estávamos apáticos, mas cansados no fim do jogo, que foi quando eles aproveitaram e fizeram os gols", concluiu.

O Inter ainda lidera o grupo B da Libertadores, com seis pontos. Agora, o Deportivo Táchira também tem seis. O Always Ready, que também tem seis, e o Olimpia, que tem três, se enfrentam na quinta-feira (13).

No domingo (16), o Colorado volta a campo para encarar o Grêmio pela primeira partida da final do Gauchão.

Internacional