PUBLICIDADE
Topo

Santos

Após pedir ajuda com Renato Gaúcho, Santos desiste de executivo

Klauss Câmara, ex-diretor de futebol do Cruzeiro, esteve na mira do Santos no mercado da bola - Divulgação/Cruzeiro
Klauss Câmara, ex-diretor de futebol do Cruzeiro, esteve na mira do Santos no mercado da bola Imagem: Divulgação/Cruzeiro

Gabriela Brino e Thiago Fernandes

Do UOL, em Santos e São Paulo

01/05/2021 16h46Atualizada em 01/05/2021 20h29

Classificação e Jogos

O Santos voltou atrás e descartou a chegada de Klauss Câmara, ex-Cruzeiro e Grêmio, para o cargo de executivo de futebol. A decisão foi tomada pelo Comitê de Gestão do clube na Vila Belmiro, graças ao posicionamento de Walter Schalka, que demonstrou seu descontentamento com a contratação e mudou alguns outros votos. O diretor chegou a conversar com Renato Gaúcho a fim de levá-lo para o clube da Baixada Santista nos últimos dois dias a pedido do presidente Andres Rueda.

A situação causou um certo constrangimento entre os envolvidos. Isto porque, o mandatário já havia sinalizado ao executivo que a contratação estava bem encaminhada. Nos últimos dias, a pedido do Santos, Klauss Câmara chegou a negociar com Renato Gaúcho para assumir o Peixe, mas não obteve sucesso nas tratativas.

Antes do Comitê santista se reunir, o presidente Rueda ligou para o Romildo Bolzan — presidente do Grêmio — e também para Renato Gaúcho para pedir referências do trabalho de Klauss. Ambos aprovaram o nome do executivo e aconselharam a contratação.

No entanto, Walter Schalka entrou em contato com Carlos Amodeo — CEO do clube do gaúcho — com o mesmo propósito. Diferentemente do que haviam dito Bolzan e Renato Gaúcho, Amodeo deu referências negativas sobre Klauss e influenciou o membro do Conselho de Gestão a mudar seu voto e, consequentemente, de seus pares. Carlos Amodeu procurou o UOL Esporte após a publicação e negou que tenha conversado com dirigentes do Santos. Ele ainda disse que nunca mencionou ressalvas ao trabalho de Klauss.

Nas últimas semanas, mesmo sem a formalização de sua contratação, o executivo vinha trabalhando para buscar outras opções de um novo treinador ao Santos após a saída do argentino Ariel Holan.

Agora, o clube da Vila Belmiro volta ao mercado para buscar um novo executivo de futebol e também um novo treinador para o restante da temporada. Enquanto não resolve o problema, a gestão do departamento de futebol fica centralizada na figura do presidente Rueda.

Procurado para falar sobre o assunto, Klauss Câmara preferiu não se manifestar. O dirigente optou por ficar em silêncio a respeito do tema que envolvia uma possível mudança para a Vila Belmiro no mercado da bola.

*Colaborou Jeremias Wernek

Santos