PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Corinthians e Clodoaldo firmam acordo por dívida no valor de R$ 900 mil

Clodoaldo em sua apresentação no Corinthians, em 2007  - Fernando Santos/Folha Imagem
Clodoaldo em sua apresentação no Corinthians, em 2007 Imagem: Fernando Santos/Folha Imagem

Do UOL, em São Paulo

14/04/2021 18h20

Classificação e Jogos

Personagem da campanha marcada pelo rebaixamento do Corinthians, em 2007, o ex-atacante Clodoaldo firmou um acordo na Justiça para receber R$ 900 mil do clube do Parque São Jorge, parcelados em 18 vezes. O ex-jogador cobrava uma dívida trabalhista desde 2012 e, após o Timão recorrer em várias instâncias, uma negociação foi selada entre as partes.

Jogador do Corinthians de 2007 a 2011, Clodoaldo reclamava valores devidos por direitos de imagem, direitos de arena, pagamento de 13º salários, férias e FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Inicialmente, o montante devido pelo Alvinegro era menor, mas como o processo levou quase uma década para ser concluído, o clube precisará arcar com juros e correção monetária. A informação foi inicialmente publicada pelo site 'Meu Timão' e confirmada pelo UOL Esporte.

Pelo acordo firmado com os representantes do ex-atleta, o Corinthians se compromete a arcar com o valor em 18 parcelas de R$ 50 mil. Há a previsão de multa de 20% em caso de atraso no pagamento.

Titular e autor do gol do Timão no jogo contra o Grêmio, que selou o rebaixamento do clube na temporada 2007, Clodoaldo fez 20 partidas como atleta do Alvinegro e marcou cinco gols. Naquela temporada, o centroavante era o reserva imediato de Finazzi, que havia sido suspenso na reta final do Campeonato Brasileiro e não pôde jogar em Porto Alegre.

Atualmente, Clodoaldo trabalha como assistente técnico na Colômbia. Depois do Corinthians, o atacante passou pela Coreia do Sul e Portugal, e vestiu a camisa de clubes como Náutico, Santo André e Figueirense antes de encerrar sua carreira no Cotia, da Grande São Paulo, em 2015.

Corinthians