PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Atlético-MG terá que pagar R$ 1 milhão para usar Tchê Tchê contra São Paulo

Tchê Tchê chega ao Galo por empréstimo, mas com os direitos econômicos fixados - Rubens Chiri/São Paulo
Tchê Tchê chega ao Galo por empréstimo, mas com os direitos econômicos fixados Imagem: Rubens Chiri/São Paulo

Guilherme Piu e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte e São Paulo

06/04/2021 18h12

O Atlético-MG terá que pagar R$ 1 milhão ao São Paulo se quiser escalar Tchê Tchê contra o clube em jogos de quaisquer competições — os times podem se enfrentar por Libertadores e Copa do Brasil, além dos dois duelos pelo Campeonato Brasileiro na atual temporada. Há uma cláusula que obriga o pagamento por parte dos mineiros após a utilização do meio-campista depois de cada um dos possíveis compromissos entre as equipes.

O valor deve ser desembolsado à vista, conforme apurado pelo UOL Esporte. O jogador de 28 anos assinou contrato na Cidade do Galo até maio de 2022. Ele foi um pedido do técnico Cuca ao departamento de futebol no mercado da bola e estava fora dos planos de Hernán Crespo no Tricolor paulista.

Tchê Tchê ainda tem os direitos econômicos fixados em 3,5 milhões de euros (R$ 23,42 milhões na cotação atual). Se os mineiros quiserem adquirir o atleta em definitivo, terão que pagar o montante ao Tricolor paulista até maio de 2022, conforme adiantado pelo UOL Esporte.

Há outra cláusula que prevê o pagamento de R$ 500 mil por parte do Atlético-MG em caso de utilização do meio-campista em 25 jogos oficiais com as cores do Galo. Os mineiros também se responsabilizarão pelo salário integral do atleta, avaliado em cerca de R$ 500 mil mensais.

Futebol