PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Nacho volta a brilhar, Atlético-MG vence o América-MG e dispara no Mineiro

Nacho Fernández mais uma vez fez boa partida e ajudou o Atlético-MG a vencer no Campeonato Mineiro - Divulgação/Mineirão
Nacho Fernández mais uma vez fez boa partida e ajudou o Atlético-MG a vencer no Campeonato Mineiro Imagem: Divulgação/Mineirão

Do UOL, em Belo Horizonte

04/04/2021 17h52

Classificação e Jogos

Os dois clubes de Minas Gerais na Primeira Divisão do futebol brasileiro ficaram frente a frente hoje (4) pela sétima rodada do Campeonato Mineiro e fizeram até aqui um dos melhores jogos no Estado. Com mais volúpia e volume de jogo, o Atlético-MG venceu o América-MG por 3 a 1 no primeiro clássico entre os clubes no ano.

O jogo foi marcado por mais uma tarde inspirada do argentino Nacho Fernández, que marcou dois gols — Guilherme Arana fez o terceiro —, com João Paulo descontando para o Coelho.

Com o resultado, o Atlético-MG chega aos 18 pontos e se distancia na ponta da tabela de classificação, deixando o América-MG em segundo com 15. A vitória atleticana ameniza o prejuízo da última rodada, quando o time de Cuca perdeu de virada para a Caldense, por 2 a 1, no estádio Ronaldão, em Poços de Caldas.

A próxima partida do Galo é contra o Pouso Alegre, na quarta-feira (7), às 16h, no Mineirão. Já o América-MG enfrenta o Patrocinense, no Independência, às 17h30, na quinta-feira.

O jogo

Ainda assimilando o estio de jogo do técnico Cuca, o Atlético-MG mostrou certa dificuldade, cometeu alguns erros que proporcionaram lances importantes para o América-MG, mas mesmo assim conseguiu controlar a partida.

Por ser um duelo clássico entre duas equipes tradicionais, houve uma disputa quase parelha, com o Galo se destacando relativamente mais até pelo elenco de maior qualidade em relação ao Coelho. Alguns atletas do time alvinegro fizeram a diferença, como o argentino Nacho Fernández, sempre uma peça perigosa e importante nos lances ofensivos, e o goleiro Everson, com defesas cruciais.

O grande destaque foi Nacho Fernández, mais uma vez, em começo excepcional com a camisa atleticana.

O grande destaque

O meia argentino depois de uma partida apagada contra a Caldense, jogo que o Galo perdeu por 2 a 1, voltou a se destacar. O jogador apareceu bem no setor ofensivo e ocupou bem os espaços em campo para abrir espaços, criar oportunidades ofensivas. Foi o autor do primeiro gol em um lance de sorte, já que na cobrança de falta a bola que chutou rasteira ao gol acabou desviando em Ademir.

Voltou mal

Depois de ficar 21 dias sem jogar por causa da polêmica envolvendo sua possível saída para o Palmeiras, o meia voltou a participar de uma partida pelo América-MG. O retorno do jogador não rendeu a expectativa esperada, já que o camisa 10 não conseguiu se destacar como aconteceu na temporada passada.

Hulk no banco

O técnico Cuca surpreendeu no começo da partida ao deixar Hulk no banco de reservas. O astro internacional, uma das contratações mais badaladas do futebol brasileiro neste ano, foi preterido pelo jovem venezuelano Savarino, jogador rápido e que atua como ponta pelo lado direito, com característica de chamar o adversário para o 1 contra 1.

Aos 17 minutos do segundo tempo o atacante entrou em campo na vaga do próprio Savarino e jogou o seu primeiro clássico no futebol brasileiro. Na última semana havia feito também o seu primeiro jogo em uma cidade do interior do Brasil.

Lance polêmico

Aos 30 minutos do primeiro tempo o atacante Eduardo Sasha, em disputa de bola com Eduardo Bauermann, acabou caindo dentro da área. O atleticano, que disparou na corrida em direção ao gol após enfiada de bola, recebeu um toque no pé quando ganhava do adversário na corrida, e foi ao chão. Mas o juiz mandou o lance seguir. O técnico Cuca e o próprio Sasha reclamaram bastante. O ex-árbitro Sandro Meira Ricci, hoje comentarista de arbitragem no Grupo Globo, afirmou ter havido a penalidade.

Cronologia do jogo

Aos 16 minutos do primeiro tempo o argentino Nacho Fernández voltou a deixar sua marca. O camisa 26 cobrou falta de longe e contou com o desvio na perna de Ademir, o que acabou tirando o goleiro Matheus Cavicchioli da jogada. Sorte do Galo: 1 a 0.

Aos 10 minutos do segundo tempo o América-MG chegou ao empate com um golaço. João Paulo, pela esquerda do ataque, mandou um chutaço de longe e acertou o ângulo esquerdo de Everson. Um lance de muita felicidade do americano no Mineirão: 1 a 1.

Aos 25 minutos do segundo tempo o Atlético-MG desempatou o jogo em um contra-ataque rápido. Na triangulação envolvendo Vargas, Hulk e Nacho, a bola sobrou para o argentino fuzilar a rede, após boa defesa do goleiro americano: 2 a 1.

Aos 42 minutos do segundo tempo o Galo fechou a conta com Guilherme Arana, que justamente nesta partida completava 50 jogos com a camisa alvinegra.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 3 X 1 AMÉRICA-MG

Motivo: 7ª rodada do Campeonato Mineiro
Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 4 de abril de 2021
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Marco Aurélio Fazekas
Assistentes: Felipe Alan Costa e Marcyano da Silva Vicente
Gols: Nacho Fernández (16' 1ºT e 25' 2º T) e Guilherme Arana (42' 2ºT); João Paulo (10' 2ºT)
Cartão amarelo: Zaracho, Allan (CAM); Zé Ricardo (AME)
Cartão vermelho:

ATLÉTICO-MG: Everson, Guga, Igor Rabello, Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Zaracho (Nathan) e Nacho Fernández (Dodô); Savarino (Hulk), Keno (Marrony) e Sasha (Vargas). Técnico: Cuca

AMÉRICA-MG: Matheus Cavichioli; Diego Ferreira (Léo Passos), Eduardo Bauermann, Anderson e João Paulo; Zé Ricardo (Sabino), Alê, Juninho e Ademir (Leandro Carvalho); Marcelo Toscano (Gustavinho) e Rodolfo (Ribamar). Técnico: Lisca.

Errata: o texto foi atualizado
Ao contrário do informado, o próximo jogo do Atlético-MG será contra o Pouso Alegre e, não, diante do Poços de Caldas. O erro foi corrigido.

Atlético-MG