PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Técnico vê Cruzeiro em evolução mesmo com falta de gols

Felipe Conceição, técnico do Cruzeiro - Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Felipe Conceição, técnico do Cruzeiro Imagem: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Do UOL, em São Paulo

01/04/2021 20h08

O empate sem gols com o Tombense, hoje (1º), no Mineirão, não vai tirar o sono do técnico do Cruzeiro, Felipe Conceição. Para ele, o time celeste está em evolução depois do período de dez dias de treinamento por causa da suspensão do Campeonato Estadual.

O jogo contra o Tombense, válido pela sexta rodada do Mineiro, foi o terceiro em seis jogos que o Cruzeiro não fez gol. Até agora, a equipe soma quatro tentos em seis partidas e está fora da zona de classificação para a semifinal do Estadual. Na temporada 2021, os cruzeirenses anotaram cinco gols em sete jogos.

"Gostei da equipe, das movimentações ofensivas. Voltou a criar chances pelos lados e por dentro. Na questão defensiva, fomos agressivos. Quando estivemos em igualdade de jogadores, mantivemos uma postura que me deixa satisfeito e não podemos perder esse caminho", comentou.

"Quando se faz 65 minutos nesse ritmo, a tendência é que no próximo jogo essa performance seja por mais tempo. E daqui a pouco, vai sustentar durante os 90 minutos o ritmo do primeiro tempo e do início do segundo. Depois, houve desgaste pelo ritmo que empreendemos e pelo volume. Mas voltamos a ter uma boa atuação no meu ponto de vista."

Para Felipe Conceição, o Cruzeiro apresentou um bom futebol em pelo menos 75% da partida e só faltou o gol para coroar a boa atuação.

"Com o passar do tempo, houve desgaste. Infelizmente a bola não entrou. A ansiedade para que as coisas aconteçam de um dia para o outro gera esses erros no último terço, faz parte. Vamos ajustar isso. E quando a bola começar a entrar, vai sair esse peso dos atletas, e vamos produzir em números e gols o que estamos produzindo em jogo."

O melhor momento do Cruzeiro na partida aconteceu no início do segundo tempo. Foram quatro chances de gol criadas em menos de dez minutos, obrigando o goleiro Felipe a fazer três boas defesas. Mas na reta final, quem brilhou foi o goleiro Fábio, do Cruzeiro, que defendeu uma cobrança de pênalti, garantindo o empate sem gols.

"Se olhar friamente, a gente controlou o jogo. Entramos na área adversária, criamos situações para vencer com 11 e com 10. Isso demonstra evolução. Tem precipitação em alguns momentos de finalização, mas não se pode tirar a confiança dos atletas. Eles sabem que fizeram muita coisa que a gente treinou. Estou satisfeito com o primeiro tempo e boa parte do segundo. E também com a postura quando tivemos um jogador a menos [Alan Ruschel foi expulso aos 28 minutos do segundo tempo]."

Com o empate, o Cruzeiro chegou a oito pontos e ocupa o sexto lugar. Pouso Alegre e Patrocinense têm a mesma pontuação. Na próxima rodada, o time de Felipe Conceição enfrenta o Boa Esporte, em Varginha (MG), no próximo domingo (4).

Futebol