PUBLICIDADE
Topo

Futebol

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Mattos: Corinthians está caminhando por um caminho parecido com o do Vasco

Do UOL, em São Paulo

22/02/2021 12h00

Classificação e Jogos

O empate sem gols com o Vasco acabou com as chances de o Corinthians se classificar para a disputa da Libertadores, objetivo do clube, que vai terminar o Campeonato Brasileiro em uma posição intermediária, apesar de ter um elenco de custo elevado no momento em que também passar por problemas financeiros.

No Fim de Papo, live pós-rodada do UOL Esporte — com os jornalistas Isabela Labate, Rodrigo Mattos, Menon e Renato Maurício Prado —, Rodrigo Mattos afirma que o Corinthians corre o sério risco de trilhar o mesmo caminho do Vasco se não tiver uma melhora em sua gestão, com jogadores caros e uma folha salarial alta para um time que não consegue brigar entre os primeiros.

"O Corinthians tem um problema, que ele está caminhando por um caminho parecido com o do Vasco, é uma gestão muito irresponsável e aí ele vai gastando. O time do Corinthians, é bom a gente lembrar, não é um time barato, isso é que é o mais impressionante, você olhar os jogadores do Corinthians, folha salarial e fizer todas as contas, é um time caro e é um time caro que produz muito abaixo do que gasta", diz Mattos.

"Era para ter tido um choque, uma mudança completa, buscar um modelo parecido talvez com o do Fluminense, que é explorar mais a divisão de base e trazer alguns jogadores. Só não está brigando para não cair, como o Vasco, porque tem ainda alguns jogadores ali, tem mais recursos técnicos do que o Vasco, se você pegar os jogadores da linha de frente do Corinthians, o Jô está passando um pouco o tempo dele, mas você vai ter ainda o Otero, o Cazares, a zaga é boa, com Jemerson e Gil, o Fagner é um jogador muito bom e o Cássio um bom goleiro?, completa.

O jornalista afirma que o time comandado por Vagner Mancini pode ter chegado a iludir quando conseguiu golear o Fluminense por 5 a 0, mas precisa na realidade de mudanças na gestão para não ter um time que seja caro, mas que possa brigar apenas para ficar no meio de tabela.

"Teve um momento de empolgação ali, principalmente naquela goleada contra o Fluminense no 5 a 0, que não fazia jus ao que podia chegar o time. O Corinthians precisa rever completamente a forma como gere o clube, talvez o técnico, enfim", diz Mattos.

"Vamos ver se o novo presidente, o Duilio, vai manter o que vinha fazendo o Andrés ou se ele vai fazer alguma modificação, porque o caminho de hoje é ficar gastando muito no meio de tabela, então é melhor resolver as contas e ficar no meio de tabela, ficar no meio de tabela gastando muito é burrice", conclui.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol