PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Mudanças no Corinthians: Mancini diz que irá promover até 8 garotos da base

Do UOL, em São Paulo

21/02/2021 19h52

Ciente de que a fase não é boa e que não terá muitos recursos para reforçar o elenco, Vagner Mancini promete mudanças no Corinthians já a partir de amanhã (22). A saída será a utilização da base corintiana, que deve iniciar a temporada 2021, no Campeonato Paulista, em destaque.

Na coletiva de imprensa após o empate contra o Vasco, que deixou o Corinthians mais longe da Libertadores, o técnico prometeu efetivar até oito garotos das categorias de base. Ele disse que a reformulação está sendo conversada com a diretoria.

"É óbvio que estamos em um momento de definição, de reestruturação, de reconstrução. Então, para isso, eu, tendo um elenco com 29 atletas de linha, sempre alguns vão ficar fora, e aí tem a preferência do treinador, é uma coisa normal do futebol. Estamos a um jogo do término do Campeonato Brasileiro e aí se inicia a temporada 2021 com o Campeonato Paulista. E algumas coisas vão acontecer. Isso acontece em todo o mercado, em todas as equipes", afirmou o treinador na coletiva.

O que eu posso adiantar é que já adiantamos as reuniões, e eu estou muito alinhado com o presidente Duilio [Monteiro Alves], com a direção, para que a gente faça alguma coisa. A partir de amanhã, por exemplo, já teremos sete, oito atletas da base sendo inseridos no nosso dia a dia".
Vagner Mancini promete usar garotos da base

Ele, porém, fez uma ressalva sobre ter paciência com os garotos. "Para a utilização da base, contamos com o apoio do torcedor, com a coerência daqueles que sabem que o Corinthians não pode ir ao mercado e despejar cifras em cima de qualquer atleta. Então ele tem que usar aquilo que fabrica, que são os atletas da base."

Em seguida, Mancini avaliou a atuação do Corinthians na Neo Química Arena. Em sua visão, o time foi lento no primeiro tempo, mas melhorou após a volta do intervalo, pressionando mais o Cruz-maltino. Ele destacou que a equipe precisa ter 'alma'.

"Eu vi um time que melhorou, passou a jogar bem e viveu um momento bom. Mas que, ao fim do campeonato, houve uma queda, uma oscilação, sim. E agora a gente está tentando detectar [o que aconteceu], é aí que entram os ajustes. Hoje eu vi um time que teve dificuldade no primeiro tempo, que foi lento, que não conseguiu articular bem, mas que melhorou no segundo tempo, pressionou mais o Vasco. Eu quero esse time, que pressione, que se entrega. Ganhar, perder, faz parte. Mas a entrega tem que ter em todas as partidas. Esse time tem que ter alma. É em busca desta alma que vamos sempre insistir."

Corinthians