PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Tite e equipe têm maratona nos estádios para ver jogos finais do Brasileiro

Tite ao lado do auxiliar Cleber Xavier durante a final da Libertadores no Maracanã, em 30 de janeiro - Lucas Figueiredo/CBF
Tite ao lado do auxiliar Cleber Xavier durante a final da Libertadores no Maracanã, em 30 de janeiro Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

Gabriel Carneiro

Do UOL, em São Paulo

20/02/2021 04h00

Classificação e Jogos

Profissionais da comissão técnica da seleção brasileira, como auxiliares de Tite e analistas de desempenho, se dividiram para acompanhar presencialmente a 35% dos jogos válidos pelas duas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro. A convocação para os dois próximos jogos das Eliminatórias para a Copa do Mundo do Qatar está prevista para 5 de março e alguns nomes podem ganhar espaço.

Marinho, atacante do Santos, é um deles. Já elogiado publicamente pelo técnico Tite e o auxiliar César Sampaio, ele foi visto do estádio cinco vezes desde o começo de 2021 e ainda será mais uma amanhã (21), quando sua equipe recebe o Fluminense na Vila Belmiro, às 18h15.

Marinho - Divulgação/Santos FC - Divulgação/Santos FC
Marinho é um dos artilheiros do Brasileirão
Imagem: Divulgação/Santos FC

Além de sete jogos do Brasileirão, incluindo Santos x Fluminense, a comissão técnica da seleção brasileira também pretende acompanhar in loco às finais da Copa do Brasil. Estarão na Arena do Grêmio, em 28 de fevereiro, para Grêmio x Palmeiras, Cleber Xavier e Bruno Baquete. Já no Allianz Parque, em São Paulo, na semana seguinte, serão as vezes de César Sampaio e Matheus Bachi.

Dessa forma, ao fim das observações, o Palmeiras será o time mais visto pelos profissionais da CBF, com 11 partidas ao todo, assim como o Flamengo. O Grêmio é o terceiro, com sete. Foram 13 clubes, ao todo.

Entre o último jogo da seleção (vitória por 2 a 0 sobre o Uruguai, pelas Eliminatórias) e o próximo, 26 de março, contra a Colômbia, são 129 dias. É tempo de observar jogadores que estão despontando, reavaliar opiniões anteriores e acompanhar mais de perto as certezas das listas. Ainda mais porque este é o último grande hiato de jogos num ano que terá, além das Eliminatórias, Copa América e Olimpíada.

Normalmente estaríamos nesse momento viajando para a Europa para acompanhar jogos, visitar clubes, conversar com atletas e comissões, mas só podemos fazer isso no Brasil. A ida aos jogos serve para ver o clima, movimentações táticas, estratégias, observar movimentos dos treinadores e também de jogadores, dentro de um radar de cerca de 40 nomes que definimos observar depois do último jogo."
Cleber Xavier, auxiliar de Tite, ao UOL.

Além disso, as pesadas restrições referentes à pandemia em países como Alemanha, Inglaterra e Itália podem afetar as convocações, tornando nomes do futebol brasileiro mais possíveis na lista para enfrentar Colômbia e Argentina.

Jogos que serão vistos in loco nos próximos dias:

Brasileirão

21/2 - Flamengo x Internacional - Cleber Xavier e Matheus Bachi
21/2 - Santos x Fluminense - César Sampaio e Bruno Baquete
22/2 - Palmeiras x Atlético-GO - César Sampaio e Fábio Mahseredjian
25/2 - São Paulo x Flamengo - Bruno Baquete
25/2 - Red Bull Bragantino x Grêmio - César Sampaio e Fábio Mahseredjian
25/2 - Atlético-MG x Palmeiras - Matheus Bachi
25/2 - Internacional x Corinthians - Cleber Xavier e Thomaz Koerich

Copa do Brasil

28/2 - Grêmio x Palmeiras - Cleber Xavier e Bruno Baquete
7/3 - Palmeiras x Grêmio - César Sampaio e Matheus Bachi

Futebol