PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Seleção já liga alerta e monitora Neymar para volta das Eliminatórias

Neymar saiu machucado de jogo do PSG contra o Caen pela Copa da França, na quarta-feira (10) - Stephane Mahe/Reuters
Neymar saiu machucado de jogo do PSG contra o Caen pela Copa da França, na quarta-feira (10) Imagem: Stephane Mahe/Reuters

Gabriel Carneiro

Do UOL, em São Paulo

12/02/2021 12h00

Classificação e Jogos

Desfalque nas duas últimas rodadas das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Qatar por causa de uma lesão muscular na perna esquerda, o atacante Neymar volta a ligar o alerta da seleção brasileira para os próximos jogos, que serão em 25 de março (fora de casa, contra a Colômbia) e 30 do próximo mês (na Arena Pernambuco, diante da Argentina), por questões físicas.

Ele saiu machucado do jogo de anteontem (10), pela Copa da França, após sofrer uma entrada na coxa direita. Diagnosticado com uma lesão no músculo adutor, será desfalque do Paris Saint-Germain por até quatro semanas, perdendo quatro rodadas do Campeonato Francês, ida e possivelmente volta das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa, contra o Barcelona.

A convocação de Tite para os próximos jogos da seleção será justamente em meio ao período de recuperação de Neymar, em 5 de março. A tendência é que o camisa 10 ainda não esteja apto para jogar nessa data, mas isso não significa que ele estará fora da lista de 23 nomes.

O padrão da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) em caso de problemas físicos de jogadores frequentemente convocados é o contato entre o médico da seleção Rodrigo Lasmar e o departamento médico do clube, que dá informações e na maioria das vezes compartilha resultados de exames. O monitoramento segue em conjunto com a área física, capitaneada pelo preparador Fábio Mahseredjian.

Neymar - Lucas Figueiredo/CBF - Lucas Figueiredo/CBF
Neymar atuou em dois de quatro jogos nas Eliminatórias com três gols e duas assistências
Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

No caso de Neymar ainda há outro elo, que é o trabalho de seu preparador físico pessoal, Ricardo Rosa, que presta serviços tanto ao PSG quanto à seleção. O profissional fornece atualizações frequentes sobre a evolução do jogador, o que dá base para o planejamento da comissão técnica. A convocação ou não de Neymar partirá desse contato.

O cenário mais otimista é que Neymar consiga voltar a campo em 10 de março, quando o PSG enfrenta o Barcelona pela Champions. Depois disso, ainda há mais dois jogos do Campeonato Francês, contra Nantes e Lyon, antes da provável data de apresentação dos convocados à seleção, na segunda-feira (22 de março).

Há precedentes na seleção de jogadores sem condições físicas na época da convocação, mas que retornaram a tempo dos jogos.

Neymar participou de apenas metade dos 26 jogos da seleção brasileira depois da Copa do Mundo da Rússia. Da última vez, ele foi cortado quando já estava com o grupo e acabou substituído por Pedro, do Flamengo — que, por sua vez, também apresentou problemas físicos e deu lugar a Thiago Galhardo, do Internacional.

Futebol