PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Novo reforço do Atlético-MG, Nacho já ganhou elogios de Maradona e Riquelme

Nacho Fernandéz, em ação pelo River Plate - REUTERS/Juan Ignacio Roncoroni
Nacho Fernandéz, em ação pelo River Plate Imagem: REUTERS/Juan Ignacio Roncoroni

Do UOL, em São Paulo

20/02/2021 17h58

O Atlético-MG anunciou hoje (10) a contratação do argentino Nacho Fernández, um dos principais destaques do River Plate nos últimos anos. Campeão da Libertadores em 2018, em cima do rival Boca Juniors, Nacho foi exaltado por lendas do rival após dar o passe para um dos gols do título em Madri.

Maradona chegou a dizer que Nacho "tem uma camurça no pé" ao exaltar sua qualidade técnica durante o Campeonato Argentino de 2019. Já Riquelme afirmou que o meia era "o melhor jogador do futebol argentino há muito tempo", colocando-o como o "culpado" pela derrota do Boca na decisão continental.

O Galo recorreu ao trocadilho para anunciar seu novo reforço. Em seu perfil no Twitter, o clube trocou o triângulo vermelho da bandeira de Minas Gerais por um nacho, o famoso salgadinho mexicano, com a frase "Nacho é Galo Doido também".

O meia atacante de 31 anos assinou com o clube alvinegro por três temporadas e custou 6 milhões de dólares (mais de R$ 32 milhões pela cotação atual). O valor, porém, foi pago por um grupo de empresários que também atuaram na contratação de Hulk e Dodô.

Apesar da idade, Ignacio Martín Fernández jogou por poucos clubes em seus 10 anos de futebol profissional. Nacho foi revelado pelo Gimnasia y Esgrima, time que defendeu entre os anos de 2010 e 2016.

Apenas durante uma temporada, a de 2011, o meia foi emprestado para o Temperley, time que na época disputava a terceira divisão argentina. No ano seguinte ele voltou ao seu clube de origem para ajudar o Gimnasia para subir à elite do futebol portenho.

Em 2016, Nacho foi contratado pelo River Plate, então campeão da Libertadores e que já era comandado por Marcelo Gallardo, que permanece no clube até hoje. Poucos meses após a contratação, ele conquistou o seu primeiro título oficial na carreira, a Recopa Sul-Americana, em cima do Independiente Santa Fe, da Colômbia.

Após a conquista da Libertadores sobre o Boca Junior, Nacho assumiu a camisa 10 do Millonarios no ano seguinte. O River foi novamente finalista no torneio continental, porém foi derrotado pelo Flamengo. Em 2020, o time argentino chegou a semifinal, desta vez perdendo para o Palmeiras.

Nacho Fernández deixa o River Plate após cinco temporadas e 185 partidas. Foram 31 gols marcados e 27 assistências. Além da Libertadores de 2018, Nacho também venceu duas Recopas e três Copas Argentina com os Millonarios.

O time argentino se despediu do seu camisa 10 agradecendo "pelo futebol e pelas glórias" em postagem no Twitter. Na mesma rede social, o Galo também mandou um recado ao River, avisando que "cuidará bem" do seu novo reforço.

Atlético-MG