PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Líder, Simeone fica a uma vitória de recorde pelo Atlético de Madri

Diego Simeone disse que continuará no Atlético de Madri - Reuters / Juan Medina
Diego Simeone disse que continuará no Atlético de Madri Imagem: Reuters / Juan Medina

Do UOL, em São Paulo

13/02/2021 18h03

A vitória do Atlético de Madri por 2 a 1 sobre o Granada fora de casa, hoje (13), pelo Campeonato Espanhol, deixou Diego Simeone muito próximo de atingir um recorde pelo clube: o de técnico mais vencedor da história da agremiação.

Esta foi a 17ª vitória do time na campanha atual e a 307ª do argentino em 508 jogos no comando do Atleti. A marca histórica pertence ao ídolo Luis Aragonés, que venceu 308 vezes em 612 partidas oficiais como treinador. O espanhol vestiu a camisa colchonera de 1964 a 1974, quando se aposentou dos gramados e assumiu como treinador. Ele é também o maior artilheiro da história do clube, com 172 gols.

Simeone chegou ao clube em dezembro de 2011, após passar por times como Racing, Estudiantes, River Plate e San Lorenzo, para substituir Gregorio Manzano em um momento conturbado, em que o time não era competitivo na Espanha e na Europa. Para se ter uma ideia, entre 1997 e 2014 o clube participou de apenas uma edição da Liga dos Campeões, na temporada de 2008/2009.

Nos quatro anos seguintes, jogou apenas a Liga Europa e foi campeão duas vezes - uma delas em 2012, já na primeira temporada de Simeone como treinador.

Sob o comando do argentino, o Atlético conquistou o título espanhol da temporada 2013/2014, feito que não acontecia desde a temporada 1995/1996, quando Simeone ainda era jogador da equipe. Ao fim da campanha, "El Cholo" dedicou o título a Luis Aragonés, que morreu em fevereiro daquele ano. Ainda em 2014, o time chegou à decisão da Liga dos Campeões pela primeira vez em 40 anos, mas perdeu para o rival Real Madrid por 4 a 1.

No Atlético, Simeone conquistou, ainda, a Copa do Rei de 2012/2013, a Supercopa da Espanha de 2014, a Liga Europa em 2011/2012 e 2017/2018 e a Supercopa da Uefa em 2012 e 2018, além de ter chegado a mais uma final da Champions, em 2015/2016.

O Atlético de Madri lidera o Campeonato Espanhol com 54 pontos, oito a mais que o vice-líder Real Madrid e nove a mais que o Sevilla, terceiro colocado. Vale lembrar que o Atleti tem um jogo a menos que estes times. Simeone terá a chance de igualar a maca de Aragonés já na próxima quarta-feira (17), quando o Atlético encara o Levante, fora de casa, em partida atrasada válida pela segunda rodada da La Liga.

Futebol