PUBLICIDADE
Topo

Futebol

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Ricardo Rocha: "Vasco não cai, mas acho que vai sofrer e precisa melhorar"

Do UOL, em São Paulo

27/01/2021 04h00

Classificação e Jogos

O Vasco somou mais um ponto na luta contra o rebaixamento ao empatar em 1 a 1 com o Palmeiras, no Allianz Parque, jogo no qual o time comandado por Abel Ferreira atuou com os reservas devido à final da Copa Libertadores. Ao mesmo tempo que a equipe de Vanderlei Luxemburgo conseguiu pontuar fora de casa, perdeu uma oportunidade contra um time que não estava com sua força máxima.

No Fim de Papo, live pós-rodada do UOL Esporte — com Isabella Ayami, Ricardo Rocha, Alicia Klein e Danilo Lavieri —, Ricardo Rocha afirma que o resultado foi bom, mas que pouco ao considerar que o Vasco jogou com seu time principal contra um adversário desfalcado e ainda vai sofrer na reta final do Campeonato Brasileiro, mas não será rebaixado.

"O Vasco acho que não cai. Agora, é o seguinte, o que eu acho é que precisa melhorar. Não dá para jogar com a equipe reserva do Palmeiras, sofreu no primeiro tempo, no segundo tempo um pouco melhor, agora, é uma segunda equipe, o Vasco é muito grande, o Vasco não tem que pensar pouco. Então, o Vasco precisa se reformular em vários aspectos, o Vasco é muito grande, a sua torcida é muito grande. Então, 1 a 1 ótimo, mas o Vasco tinha que ganhar, tem uma equipe mais entrosada", afirma o ex-jogador.

"O Vasco hoje empatou, foi um bom resultado? Foi, mas o Palmeiras poderia ter ganho. A gente falou aqui duas ou três chances que o Palmeiras teve claríssimas no primeiro tempo, coisa que o Vasco praticamente não teve, essas chances tão claras. E a gente fala de uma equipe titular que é a do Vasco", completa.

Ricardo Rocha afirma que na sequência de jogos do Vasco desde a chegada de Luxemburgo, o único resultado realmente inesperado foi a derrota em casa para o Coritiba e não viu surpresa na vitória diante do Atlético-MG devido à instabilidade do time de Jorge Sampaoli.

"Dentro da situação, um ponto hoje é espetacular, o grande problema, maior, foi a derrota para o Coritiba em casa, então você perde aquele ponto e quando você fala assim, já o jogo do Atlético-MG, muitas pessoas achavam, eu não achava que o Vasco ia perder, não. O Atlético-MG é um sobe e desce muito grande, não tem equilíbrio dentro da competição, está lutando pelo título, ganhou hoje, encostou, mas é um desequilíbrio, uma equipe que toma muitos gols, que faz gols, mas toma muitos gols também", afirma o comentarista.

"Acho que o Vasco poderia sim ter conseguido uma vitória hoje [ontem], mas não fez um grande jogo, um jogo razoável. Um ponto é bom? Claro que é bom, pelas circunstâncias do Vasco, mas poderia ter jogado melhor e ter ganho. Não conseguiu, porque esse é o Vasco esse ano. Vai sofrer? Vai sofrer, mas não cai, o Vasco não cai", conclui.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol