PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Martinelli pede atenção ao Flu contra o Bota e ressalta sequência decisiva

Martinelli, volante do Fluminense, concede entrevista coletiva - Lucas Merçon / Fluminense F.C
Martinelli, volante do Fluminense, concede entrevista coletiva Imagem: Lucas Merçon / Fluminense F.C

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

22/01/2021 12h07

Na briga por vaga na Libertadores, o Fluminense encara, no domingo, o Botafogo, que é o atual lanterna do Campeonato Brasileiro. Apesar da situação do adversário, Martinelli, cria da base do Tricolor e que ganhou espaço no time recentemente, pede atenção e ressalta que clássicos são sempre difíceis. Além disso, o jovem salientou a importância de pontuar em todas as rodada para se manter próximo ao primeiro pelotão da competição, visando classificação à competição internacional.

"Não podemos visar a colocação do nosso adversário porque é um clássico, e clássicos são sempre muito difíceis, decidido nos detalhes. Temos de entrar com a atenção lá em cima. Clássico é difícil desde a base até o profissional", disse ele, que completou:

"Temos de visar o nosso trabalho, trabalhar ponto a ponto. Sabemos que, nesta reta final, todo jogo é uma decisão para a gente. Temos de pontuar, nos manter colados no pelotão de cima. Se Deus quiser, vamos conseguir uma vaga para a Libertadores".

Sob o comando de Marcão, o time das Laranjeiras viu a média de gols sofridos aumentar e o próprio treinador admite que busca um equilíbrio maior para o setor defensivo não ficar tão exposto.

"Depois que acaba o jogo, comissão senta conosco, conversam sobre nossos erros. Muito difícil que não tenha um detalhe para corrigir. A gente estuda tentando corrigir esses erros, compactar mais as linhas, ser mais agressivo, e para não existir erros no próximo jogo", aponta o volante.

O jogador indicou que o empate em 3 a 3 com o Coritiba, na última rodada, não era o resultado esperado, mas celebrou o poder de reação do time, que chegou a estar perdendo por 2 a 0, e o ponto conquistado fora de casa.

"Sabemos que, no jogo, tem certas circunstâncias de dificuldade. Todo jogo tem um momento que acabamos sofrendo. Tivemos um mental forte, ajeitamos o que tinha de ajeitar e fomos felizes. Conseguimos agredir e chegar aos gols. Não foi o resultado que queríamos, mas acredito que cada ponto seja importante nesta reta final", apontou.

Martinelli, que foi integrado ao elenco profissional no meio do ano, juntamente ao atacante Luiz Henrique, fez elogios ao trabalho feito nas categorias inferiores do Fluminense, afirmando que o clube "sabe o momento certo" de promover os jovens.

"Sabemos que o trabalho de Xerém é muito importante. Desde lá de trás, eles nos acolhem e dão o maior apoio. Temos muita tranquilidade quanto a essa transição. O Fluminense sempre sabe o momento certo de agir, trazer a gente para que possamos ajudar o elenco. O Aspirante é importante porque dá ritmo de jogo a todos e, quando o jogador é acionado, está preparado para ajudar o time profissional, que é o sonho de todo menino de Xerém".

Fluminense