PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Marcão comemora ponto fora, mas condena falhas no Fluminense

Do UOL, em São Paulo

20/01/2021 23h45

Classificação e Jogos

Levar três gols do time que tinha o pior ataque do Campeonato Brasileiro não é nada agradável. E para o técnico Marcão, do Fluminense, as falhas no empate com o Coritiba, hoje (20), no estádio Couto Pereira, servirão para uma boa análise até a próxima partida. Mas para um time que foi para o intervalo perdendo por 2 a 0, o ponto somado também foi valorizado.

"No intervalo, tivemos que arriscar ao máximo. A gente teve que abrir pela situação adversa. Nessas condições, a gente ia sofrer contra-ataque, mas precisávamos empatar, criar situações ofensivas e buscar um ponto que, no primeiro tempo, estava bastante distante", afirmou Marcão após a igualdade por 3 a 3. O Coritiba começou a 31ª rodada com 23 gols marcados, o pior ataque do Brasileiro - agora deixou o Sport, com 24, para trás.

"A gente saiu do Rio com pensamento de atacar e foi dessa forma que a gente propôs o jogo. Queríamos estar comemorando um grande resultado porque tivemos volume total do jogo. E o sentimento é de que buscamos um ponto que vai fazer a diferença lá na frente", complementou o treinador.

Com o empate, o Fluminense chegou a 47 pontos, ocupando o sétimo lugar na tabela de classificação. O Tricolor, contudo, pode ser ultrapassado pelo Santos, que soma 45 e nesta quinta-feira (21) enfrenta o Fortaleza na Arena Castelão.

Durante a partida, o Fluminense apresentou muitas falhas defensivas. Levou dois gols em chute de longa distância e ainda estava vulnerável para evitar contra-ataques do adversário.

"A equipe do Coritiba trabalha bem esse chute de longa e média distância. A gente tinha avisado, mas, no primeiro lance, o menino (Luiz Henrique) foi muito feliz. Contra o Vasco, eles trabalharam bem com o Neílton por dentro. E foi a situação que a gente pontuou. Agora vamos corrigir e vamos nos cobrar porque não poderia ter acontecido", ressaltou Marcão.

Na próxima rodada, o Fluminense enfrenta o Botafogo, no domingo (24), em São Januário. A partida acontecerá no estádio do Vasco porque o Maracanã está cedido à Conmebol para os preparativos para a final da Copa Libertadores da América.

Futebol