PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Júnior Baiano responde a Godói: "É um fanfarrão amargurado pela vida"

Em 1995, Junior Baiano acusou Godoi de apitar um jogo sob efeito de álcool - Antonio Gaudério/Folha Imagem
Em 1995, Junior Baiano acusou Godoi de apitar um jogo sob efeito de álcool Imagem: Antonio Gaudério/Folha Imagem

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

20/01/2021 11h05

Junior Baiano afirmou não ter raiva de Oscar Roberto Godói, após o ex-árbitro falar no programa "Arena SBT" que o ex-zagueiro estaria "bem melhor" morto. A declaração foi mais um capítulo da polêmica entre eles, que já se arrasta por mais de 25 anos.

"Godói é um fanfarrão, mas está tranquilo. Não tenho raiva dele quando ele fala essas merdas, a pessoa tem que aparecer de alguma forma. Ele está querendo aparecer, esse tempo todo sem trabalhar na TV. Não tenho raiva dele não, só acho ele um pobre coitado", afirmou Junior Baiano, em breve contato com o UOL Esporte.

Durante a participação no programa de Benjamin Back, Godói foi questionado sobre a acusação feita por Junior Baiano, em 1995. Durante o jogo entre São Paulo e Corinthians, o então zagueiro tricolor afirmou que o árbitro estava bêbado. Quando participou do "Arena SBT", Junior Baiano voltou a dizer que Godói "estava com um cheiro de álcool".

"Esse não perde a chance de ser babaca. Se eu tivesse dado um tiro na cara dele, eu resolveria o problema. Ele foi pego no doping, envergonhou a família e os filhos dele. Doping de cocaína, ele se drogou. Eu provei que não tinha nada. Morto seria bem melhor", disse Godói.

Ao ser questionado sobre a fala do ex-árbitro, Junior Baiano disse que ainda não tinha lido o que havia sido dito. A reportagem mostrou a declaração de Godói a ele. "O que o Godói fala não se escreve, é um fanfarrão de plantão. Ele quer aparecer. Ele está sumido da mídia e quer aparecer. Se foi isso que ele falou, o problema é dele. Eu sei que sou muito homem, homem de verdade e assumo meus erros. Mas eu não fico contando história para os outros para falar que eu sou o fodão, que eu sou isso, aquilo outro".

Depois da polêmica partida, Godói se submeteu a um exame de sangue que comprovou que ele estava sóbrio durante o jogo. Ele chegou a processar Junior Baiano pela declaração feita na época.

Futebol