PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Como São Paulo hoje, Palmeiras liderou em 2009, mas faltou elenco no fim

Pierre disse que elenco falhou ao substituir lesionados na reta final do Brasileiro e gerou derrapada histórica em 2009 - Rivaldo Gomes/Folhapress
Pierre disse que elenco falhou ao substituir lesionados na reta final do Brasileiro e gerou derrapada histórica em 2009 Imagem: Rivaldo Gomes/Folhapress

Bernardo Gentile e Vanderlei Lima

Do UOL, no Rio de Janeiro

16/01/2021 04h00

O Palmeiras havia feito uma campanha espetacular no primeiro turno do Campeonato Brasileiro de 2009 e dava claros indícios de que ficaria com o título na oportunidade. Porém, o time sofreu com graves lesões e perdeu jogadores importantes, como Cleiton Xavier, Pierre e Maurício Ramos por longo período.

Naquele momento, o clube precisou de novas peças, mas o elenco enxuto falhou. Derrapou. Não só viu o Flamengo, em grande arrancada, ser campeão, como também ficou fora da zona de classificação à Libertadores ao terminar na quinta colocação. Pelo menos essa é a análise feita por Pierre e Edmilson, dois dos líderes daquele time que ficou marcado negativamente entre os torcedores.

"O Palmeiras de 2009 tinha um bom time, mas não um elenco compatível com o Campeonato Brasileiro. Na minha opinião, um dos fatores preponderantes para perda foi não ter elenco para aguentar o campeonato todo. Tanto que nossa queda de rendimento foi devido às muitas lesões que o time teve. Lesões graves que nos tiraram alguns meses de combate. Para mim foi por isso que de virtual campeão ficamos de fora até da Libertadores nas rodadas finais", disse Pierre, que atualmente trabalha como empresário, ao UOL Esporte.

"Os erros que o Palmeiras teve em 2009 foi questão de planejamento mesmo. A gente fez pré-Libertadores, Paulista, Libertadores, Brasileiro... Perdemos jogadores importantes, troca de treinador, foi um pouco isso", completou o pentacampeão mundial Edmilson.

O que São Paulo pode aprender com erros do Palmeiras?

A situação de 2009 tem muita semelhança com o atual Campeonato Brasileiro, liderado por São Paulo. O Tricolor terminou o primeiro turno com boa vantagem, mas tem oscilado na segunda parte. A gordura acabou, mas a sorte do time de Fernando Diniz é que os adversários também tropeçaram, o que possibilitou a manutenção da ponta.

"Vejo o São Paulo com irregularidade e para ganhar Brasileiro o time deve ter muita regularidade. A maioria dos times tem oscilado bastante e isso tem ajudado. Mas a inconstância do São Paulo faz a gente duvidar se vão conseguir. Talvez não tenha um elenco tão grandioso para segurar a liderança nessa reta final. Pode precisar de peças que não vinham jogando para segurar o restante do campeonato", disse Pierre.

Edmilson, por sua vez, tem outra visão do Tricolor. "Acho que o São Paulo joga o melhor futebol do Brasil, com posse de bola, triangulação. Só falta realmente jogadores que finalizam melhor, pois tem posse de bola e uma boa saída. Deu uma oscilada, mas ainda joga o melhor futebol com um perfil de jogo desenhado."

"É bem complicado comparar o São Paulo de hoje com o Palmeiras daquele ano, porque a gente, em 2009, perdeu alguns jogadores super importantes e também a força física na reta final. Foi uma conjunção de problemas que nos tornou realmente um time batível naquele ano (sic). É diferente do que vejo no São Paulo, que tem um futebol bom. Todos os clubes que vêm jogar contra praticamente jogam no contra-ataque ou 'coloca um ônibus' na frente do gol, como fez o Santos recentemente", completou Edmilson.

Quem vai levar?

No atual cenário, afinal, quem deverá ficar com o título do Brasileiro? Pierre entende que ainda é difícil cravar um favorito, enquanto Edmilson afirma que o São Paulo tem uma boa vantagem.

"Eu acho que campeonato está aberto. São Paulo tinha uma diferença grande que se tornou pequena em termos de Brasileiro. Tem ligeira vantagem, mas, pelo futebol que está apresentando hoje, tem times numa crescente que podem atrapalhar", disse Pierre.

"Eu acho que o São Paulo leva [título], tem um calendário complicado, confrontos diretos com o Flamengo, Internacional e até Palmeiras que está lutando ali em cima, mas vai ser uma reta final bonita do campeonato e o São Paulo tem a vantagem aí", concluiu o volante pentacampeão.

Palmeiras