PUBLICIDADE
Topo

Grêmio

Grêmio se preocupa com grama sintética e planeja treino especial para final

Do UOL, em Porto Alegre

16/01/2021 04h00

Classificação e Jogos

A influência do gramado sintético do Allianz Parque no jogo de ontem (15) foi um dos principais fatores que ficaram marcados para o Grêmio no empate em 1 a 1 com o Palmeiras, pela 30ª rodada do Brasileiro. De olho na final da Copa do Brasil, o técnico Renato Gaúcho planeja um treinamento especial para se adaptar ao piso.

A ideia de Portaluppi é utilizar a estrutura do estádio Passo D'Areia, em Porto Alegre. A casa do São José-RS também tem piso sintético. O comandante, porém, irá se informar antes se o gramado é do mesmo tipo do utilizado na reduto palmeirense.

"O Palmeiras está acostumado a jogar aqui, a treinar neste campo, isso facilita para eles. Por isso, vamos pensar em treinar alguns dias no campo do São José, já que lá é grama sintética também. Eu vou procurar saber se é parecido, sei que o presidente do São José é gremista, é amigo da nossa direção, vou conversar com meu grupo", disse Renato.

Diego Souza, autor do gol de empate do Grêmio, na saída de campo, já citou o gramado sintético como uma das razões pelas quais o time gaúcho encontrou tanta dificuldade no primeiro tempo. Na etapa inicial, o Palmeiras acertou a trave três vezes e foi amplamente superior.

"Foi a primeira vez que jogamos neste campo, e sentimos muito. Eles [Palmeiras] estão acostumados com a velocidade da bola, sabem jogar no sintético. É diferente. Isso nos dificultou muito. Estamos acostumados com outra velocidade da bola. Isso deu um grande volume para eles", disse o centroavante.

Renato entende que o Palmeiras leva vantagem quando joga em casa, ainda que isso não possa ser utilizado como desculpa em caso de infortúnio.

"Eu já joguei futebol em campos normais e sintéticos. A diferença é muito grande. O Palmeiras está acostumado a jogar aqui. Se a gente já tivesse atuado neste campo, os jogadores sentiriam menos. Mas é a primeira vez. É o mesmo que enfrentar o Athletico Paranaense. É normal sentir a diferença, essa é a vantagem que o Palmeiras tem", disse.

"Nossa próxima partida contra eles será a grande decisão da Copa do Brasil. Não é desculpa para o resultado de hoje [ontem, sexta-ferira], mas pode ter certeza que influenciou bastante. Precisamos estar preparados", completou.

Antes de pensar na final, porém, o Grêmio tem compromissos complicados pelo Brasileiro. Na próxima quarta-feira (20) o adversário será o Atlético-MG, na Arena. Em seguida o clássico contra o Internacional, dia 24, no Beira-Rio.

Grêmio