PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2020

Palmeiras sofre gol no fim, empata com Grêmio e perde chance de ficar no G4

Do UOL, em Porto Alegre

15/01/2021 23h22

Classificação e Jogos

O Palmeiras acertou a trave três vezes no primeiro tempo, perdeu outras tantas chances de gol e marcou apenas um. E fez falta. Na noite de hoje (15), o Grêmio buscou empate por 1 a 1 nos minutos finais e ambos saíram com um ponto do Allianz Parque, pela 30ª rodada do Brasileiro. Os gols foram marcados por Raphael Veiga e Diego Souza.

O Palmeiras, se vencesse, dormiria no G4. Mas como não conseguiu, ocupa o sexto lugar com 48 pontos. O Grêmio tem 50 e está, em quarto.

Na próxima rodada, o Palmeiras terá pela frente o Corinthians, segunda-feira (18), em casa. Já o Grêmio encara o Atlético-MG na próxima quarta-feira (20), em Porto Alegre.

Foi bem: Willian Bigode atormenta zaga

Bigode atormentou a zaga gremista. Com bons passes, chutes potentes e uma presença ofensiva sempre interessante, o jogador foi destaque palmeirense no jogo.

Foi mal: Jean Pyerre apático e errando muito

Jean Pyerre errou muito. Na construção de jogadas ou no último passe, o meia desperdiçou jogadas, pareceu desatento, apático, e ouviu muitas reclamações de Renato Gaúcho.

Rony perde chance incrível

Ainda no primeiro tempo, Rony teve uma chance incrível de abrir o placar. Recebeu cruzamento de Breno Lopes e, sozinho, cara a cara com goleiro, chutou na trave. A falha não foi a única falha do atacante, que no lance do gol de Raphael Veiga também furou. Sorte que a bola sobrou para o colega colocar na rede.

O jogo do Palmeiras: Verdão esmaga o Grêmio no início

Com cinco trocas em relação ao time que perdeu para o River Plate (ARG), mas avançou à final da Libertadores, o Palmeiras teve uma postura bem diferente diante do Grêmio. Com uma marcação mais adiantada e melhor circulação de bola, o Verdão dominou o primeiro tempo, teve três bolas na trave e poderia ter feito um placar mais elástico ainda antes do intervalo. No segundo tempo, a equipe de Abel Ferreira seguiu perigosa, mas não conseguiu matar o jogo. Acabou castigada pelo gol de Diego Souza no fim.

O jogo do Grêmio: Atordoado, Tricolor "não vê" rival

O Grêmio "não viu" o Palmeiras. Com vários erros individuais, uma postura recuada desde o início e sem construir absolutamente nada, o Tricolor foi totalmente dominado. A marcação ofensiva do time paulista fez os gaúchos abusarem de lançamentos para Diego Souza que, sozinho, não conseguiu vitórias pessoais. Na saída de bola houve muitas falhas, principalmente de Jean Pyerre e Matheus Henrique, fazendo o time sofrer repetidamente. Foram três bolas na trave contra, um gol sofrido e outras tantas chances evitadas por Vanderlei ou falhas dos atacantes ainda no primeiro tempo. No segundo tempo, o Tricolor foi outro. Passou a atacar mais e forçou até arrancar o empate no fim.

Renato Gaúcho desapontada com a atuação do Grêmio diante o Palmeiras, pelo Brasileirão  - Marcello Zambrana/Marcello Zambrana/AGIF - Marcello Zambrana/Marcello Zambrana/AGIF
Imagem: Marcello Zambrana/Marcello Zambrana/AGIF

Prévia da final da Copa do Brasil

Palmeiras e Grêmio vão repetir este jogo mais duas vezes em breve. A final da Copa do Brasil está marcada, previamente, para os dias 11 e 17 de fevereiro. O primeiro jogo será em Porto Alegre e o decisivo em São Paulo. O calendário pode ser alterado caso o Verdão conquiste a Libertadores.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 1 X 1 GRÊMIO

Data: 15 de janeiro de 2021, sexta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Competição: Campeonato Brasileiro (30ª rodada)
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo
Auxiliares: Michael Correia e Thiago Henrique Neto Correa Farinha
VAR: Rodrigo Nunes de Sá
Cartões amarelos: Breno Lopes, Marcos Rocha, Lucas Lima (PAL); Kannemann (GRE);

Gols: Raphael Veiga, do Palmeiras, aos 32 minutos do primeiro tempo; Diego Souza, do Grêmio, aos 42 minutos do segundo tempo;

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha (Mayke), Luan, Alan Empereur (Kuscevic) e Viña; Emerson Santos, Zé Rafael e Raphael Veiga (Lucas Lima); Rony (Luiz Adriano), Breno Lopes e Willian (Gustavo Scarpa). Técnico: Abel Ferreira

GRÊMIO: Vanderlei; Victor Ferraz, Kannemann, Rodrigues e Diogo Barbosa; Matheus Henrique (Maicon), Thaciano (Pinares), Alisson (Luiz Fernando), Jean Pyerre e Pepê; Diego Souza. Técnico: Renato Gaúcho