PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Abel resgata criticados e trata jovens entre elogios e puxões de orelha

Victor Cuesta foi das críticas aos elogios no Inter - Ricardo Duarte/Inter
Victor Cuesta foi das críticas aos elogios no Inter Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

11/01/2021 12h00

Abel Braga tem parcela significativa na recuperação do Inter. A instabilidade causada pela saída de Eduardo Coudet foi contornada pelo experiente treinador, que levou a equipe ao quinto jogo consecutivo com vitória no Brasileiro. Conhecido por seu relacionamento com o grupo de jogadores, Abel resgatou atletas criticados e trata os novatos entre elogios e puxões de orelha.

A lista de recuperações proporcionadas pelo comandante de campo é grande. Só na defesa, todos os jogadores que hoje são titulares já conviveram com o banco ou as cobranças fortes da torcida em algum momento do ano passado. Com Abel, conquistaram a segurança que precisavam para render mais.

Cuesta é exemplo claro disso. Depois de ter feito boas temporadas pelo Inter, inclusive como melhor zagueiro do Brasileiro de 2018, ele conviveu com falhas e críticas no ano passado. Agora, retomou o melhor rendimento junto com os colegas de defesa.

"O Cuesta hoje foi fantástico, simplesmente fantástico", elogiou Abel, que também foi responsável por reconduzir Rodrigo Moledo à titularidade. Contra o Goiás, ele foi importante em ao menos duas participações, evitando gols do adversário.

Nas laterais, mais dois jogadores que receberam muitas cobranças ao longo do ano anterior. Moisés e Rodinei são, hoje, titulares do time e carregam a confiança do treinador.

"Se estão jogando é porque estão me satisfazendo plenamente. Aqui não tem dono de posição, isso não existe. O Moisés cresceu exatamente quando entrou o Índio, que fez uma correria louca. E o Rodinei tem nos dado garantias. Ele é um jogador que não é driblado. Dificilmente isso acontece", elogiou.

Também houve espaço para Nonato voltar a ter oportunidade, e Lindoso também receber sua parcela de palavras positivas do treinador. Outro exemplo de atleta criticado que passa por 'resgate'. "O Lindoso não vem começando no momento, mas toda situação complicada que nos aparece, ele entra e resolve o problema, acalma as coisas para nossa equipe", explicou Abel.

Jovens entre elogios e puxões de orelha

A participação dos jovens também tem sido pilar da recuperação do Inter. Praxedes e Caio Vidal foram firmados como titulares absolutos da equipe, e Yuri Alberto também tem conquistado seu espaço no ataque.

O gol contra o Goiás, inclusive, foi de Praxedes. Contra o Ceará, Caio Vidal tinha marcado.

"No jogo passado, ele (Praxedes) foi melhor do que os outros dois jogos que tinha feito. Errou menos. Contra o Botafogo eu fui o culpado, porque o escalei depois de ter jogado pela seleção de base. Mas melhorou demais nos passes. Hoje errou menos ainda e teve uma agressividade maior. Eu fiquei muito satisfeito com ele", disse.

Porém, também teve coisas que não agradaram o treinador. Jogadores que, no fim do jogo, tentaram jogadas de efeito, e que serão devidamente cobrados.

"Naquele momento do jogo, 1 a 0, facilitar, dar bola de letra... Tem coisas que não fiquei satisfeito, vão ter uns caras que vou puxar a orelha", disparou Abel.

O Inter encara o Fortaleza no próximo final de semana. Com 53 pontos, o Colorado é vice-líder do Brasileiro.

Internacional