PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Landim cita juiz paulista e diz que expulsão de Gabigol era "algo esperado"

Do UOL, em São Paulo

20/12/2020 19h49

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, criticou a escalação de um árbitro paulista para o jogo contra o Bahia, hoje, no Maracanã, pelo Brasileirão, e afirmou que a expulsão de Gabigol logo aos 9 minutos de jogo "era algo já esperado". O atacante recebeu cartão vermelho direto após o juiz Flávio Rodrigues de Souza alegar ter sido xingado por ele. A partida terminou com vitória rubro-negra por 4 a 3.

"Estamos vencendo, 2 a 0, time jogando muito bem", disse Landim à FlaTV no intervalo da partida, quando o Fla estava à frente no placar. "O que é lamentável nesse processo como um todo é que parece que era algo já esperado. O Flamengo durante a semana mandou um ofício para a CBF, porque estamos disputando (a liderança) com o São Paulo, então colocar uma arbitragem paulista num jogo do Flamengo era um risco desnecessário".

"A gente imaginava que poderia ter esse tipo de cena lamentável. Jogador expulso fora da jogada... no máximo, por tudo que eu já vi em futebol, ele ganharia um cartão amarelo. A gente já imaginava o que poderia acontecer. Isso fala muito de por que o futebol brasileiro está nesse estado. Atenta contra a credibilidade da arbitragem. O pouco que eu tinha de credibilidade nessa questão, estou perdendo. Se a gente não tiver essa vitória, a gente vai entender o porquê", continuou.

Quando Gabigol foi expulso, o Flamengo já vencia o jogo por 1 a 0, gol de Bruno Henrique. Ainda no primeiro tempo, Isla ampliou para 2 a 0, e o Rubro-Negro foi para o intervalo em vantagem.

Na segunda etapa, o Bahia virou para 3 a 2 com um gol de Ramírez e dois de Gilberto. Mas o Flamengo conseguiu reagir e, com gols de Pedro e Vitinho, sacramentou a vitória no Maracanã.

Flamengo