PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Fla encara o Santos em clima de "agora ou nunca" por título do Brasileiro

Gabigol conversa com Rogério Ceni. Artilheiro joga contra o ex-clube - Alexandre Vidal/Flamengo
Gabigol conversa com Rogério Ceni. Artilheiro joga contra o ex-clube Imagem: Alexandre Vidal/Flamengo

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

13/12/2020 04h00

Com ânimo revigorado após a vitória por 1 a 0 sobre o rival Botafogo, resultado que ajudou a fechar um pouco as feridas abertas pelas eliminações da Copa do Brasil e da Libertadores, o Flamengo recebe hoje (13) a visita do Santos, às 16h, no Maracanã, em clima de "agora ou nunca" pela defesa do título do Brasileiro.

A partir do jogo contra o Alvinegro, o Fla inicia uma sequência considerada decisiva para a manutenção do sonho. Depois do duelo contra os paulistas, o Rubro-negro encara Bahia, Fortaleza, Fluminense e Ceará. Com exceção ao jogo contra o Tricolor cearense, todos os outros compromissos serão no Maracanã.

Daqui até o final da competição, essa será a série mais "caseira" de todas, pois a equipe de Rogério Ceni não terá mais tantos confrontos sucessivos dentro de casa. Assim, o Flamengo tentará tirar a diferença para o líder São Paulo, que hoje é de oito pontos.

"Podemos pensar nos outros, mas a realidade é que faltam 15 jogos. Só temos de pensar no Flamengo. Se ganharmos a maioria, vamos ter possibilidades. Temos de fazer nossa parte. Esse é o pensamento. O Simeone (técnico do Atlético de Madrid) dizia: "Jogo a jogo". Se o São Paulo ganhar todos, mérito deles", disse Filipe Luís.

Para encurtar a distância para o troféu, os rubro-negros precisam mudar uma realidade incômoda para um time habituado a amassar seus rivais no Maracanã. Em seus domínios, o Fla ganhou apenas 19 dos 33 pontos disputados. Essa campanha é só a 10ª entre os mandantes e pontos perdidos para equipes como Bragantino e Atlético-GO são lamentados até hoje.

Com a semana livre de treinos, Ceni e seus comandados encaram um adversário que vem desgastado por um jogo pelas quartas de final da Libertadores. Os alvinegros empataram por 1 a 1 contra o Grêmio e têm a atenção dividida. Filipe vê a partida como das mais difíceis e não poupou elogios a Marinho, que ainda é dúvida para hoje:

"É dificílimo, o Santos tem muita história. O Marinho é o jogador mais difícil de se marcar no Brasil. Ele é elétrico, vai no um contra um e cria perigo. É super complicado. Vai ser exigência máxima, um jogo que todos gostam de jogar. O Santos está com alguns desfalques, mas sabemos da qualidade dos jogadores".

Com quase todo o elenco à disposição, o comandante tem apenas duas baixas para montar seu time. Sem Gustavo Henrique, suspenso, Léo Pereira deve formar zaga com Rodrigo Caio. O jovem volante João Gomes é o favorito para substituir o lesionado Willian Arão.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO X SANTOS

Competição: Brasileiro
Data e hora: 13/12/2020, às 16h (de Brasília)
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro
Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior (PR)
Assistentes: Victor Hugo Imazu dos Santos (PR) e Rafael Trombeta (PR)
VAR: Adriano Milczvski (PR)

Flamengo: Diego Alves; Isla, Rodrigo Caio, Léo Pereira e Filipe Luís; João Gomes, Gerson, Everton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol.
Técnico: Rogério Ceni

Santos: John; Pará (Madson), Luiz Felipe, Laércio (Luan Peres) e Wagner Leonardo; Alison (Balieiro), Sandry e Jobson (Lucas Lourenço); Madson (Jean Mota), Lucas Braga e Bruno Marques (Marinho).
Técnico: Cuca

Flamengo