PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Blogueiros do UOL palpitam sobre os clássicos no mundo neste fim de semana

Diego Costa, do São Paulo, disputa bola com Gil, do Corinthians - WERTHER SANTANA/ESTADÃO CONTEÚDO
Diego Costa, do São Paulo, disputa bola com Gil, do Corinthians Imagem: WERTHER SANTANA/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em São Paulo (SP)

12/12/2020 04h00

Este final de semana tem quatro clássicos que movimentam as rodadas no futebol europeu e brasileiro. Hoje (12), o primeiro duelo é o dérbi de Manchester: o United e o City se enfrentam às 14h30 (de Brasília), no estádio Old Trafford, pelo Campeonato Inglês.

As equipes vivem momentos parecidos na tabela de classificação, o time dirigido por Ole Solskjaer ocupa a sétima colocação, com 19 pontos, enquanto os comandados de Pep Guardiola tiverem um início ruim no campeonato, diferentemente de outras temporadas, figuram na nona posição.

Poucas horas depois, às 17h, em Madri, Real Madrid e Atlético de Madri se enfrentam pelo Campeonato Espanhol. Apesar do desempenho abaixo do esperado na fase de grupos da Liga dos Campeões, a equipe merengue conseguiu a classificação em primeiro de seu grupo e busca engrenar na LaLiga — nos últimos cinco jogos foram duas vitórias, duas derrotas e um empate.

O time de Diego Simeone, por sua vez, não sabe o que é perder no Espanhol: até o momento foram dez jogos, com oito vitórias e dois empates. O time colchonero é líder isolado da competição com 26 pontos. O desempenho coloca o time na ponta da tabela.

Já no domingo (13), o Campeonato Brasileiro tem dois clássicos: Corinthians e São Paulo duelam às 18h15, na Neo Química Arena. O Tricolor paulista nunca venceu o Alvinegro na Arena desde que ela foi inaugurada, em 2014. A equipe comandada por Fernando Diniz quer aproveitar a boa fase e a liderança na competição para quebrar esse tabu.

Mais tarde, Vasco e Fluminense confrontam às 20h30, no estádio São Januário. O cruz-maltino precisa da vitória para deixar a zona de rebaixamento, enquanto o Tricolor das Laranjeiras busca se manter entre os líderes do campeonato nacional.

Os blogueiros e colunistas do UOL Esporte palpitaram, passaram seus diagnósticos sobre os clássicos do fim de semana e falaram quem são os favoritos. Confira as respostas:

Favoritismo não é certeza de vitória, apenas uma análise de contexto é sinalização de quem vive melhor momento. Logo os favoritos são São Paulo, Fluminense, Manchester City e Atlético de Madrid. Entre as "zebras", com muuuuuitas aspas, a que parece com mais chance é o Real Madrid e a com menos possibilidade de surpreender é o Corinthians?. André Rocha.

Leia o blog do André Rocha.

Nosso exercício de futurologia leva em conta momento, atletas à disposição, estratégias pensadas e feeling. Depois dessa análise científica, São Paulo, City e Atlético de Madri sairão vencedores. Andrei Kampff.

Leia o blog do Andrei Kampff.

No jogo entre São Paulo e Corinthians, a lógica diz que o Tricolor é favorito. A questão é que o time do Morumbi não tem bom retrospecto em Itaquera e encara um time que vem de dez dias de treino. O Fluminense é provavelmente o mais favorito entre os clássicos deste fim de semana. Diante de um Vasco, que luta para não cair e teve o seu CT invadido no meio da semana, a equipe mostrará como vai reagir sem Odair Hellmann. Entre City e United, tudo indica que a equipe de Guardiola vem em um momento mais tranquilo depois da vexatória eliminação dos Reds na Champions. Na Espanha, o Real Madrid é favorito diante do Atlético, que sempre faz jogo duro nesse clássico, mas, normalmente, perde como mostram as estatísticas do duelo. Danilo Lavieri.

Leia o blog do Danilo Lavieri.

Sempre lembrando que favoritos são aqueles com maiores possibilidades de vitória, e não necessariamente os vencedores, São Paulo e City, em São Paulo e em Manchester, sem favorito em Madrid é Fluminense no Rio contra o Vasco. Juca Kfouri.

Leia o blog do Juca Kfouri.

Apontar favoritismo em clássicos já não é lá das coisas mais úteis. Podemos, sim, analisar os momentos. O São Paulo vive um momento sublime, enquanto o Corinthians ainda tenta encontrar uma boa sequência. Diniz já quebrou o tabu no Allianz e agora tenta na Neo Química. Existe a chance? Sem dúvida. Sem torcida, o Corinthians é muito mais vulnerável. É um ligeiro favoritismo tricolor. Já o Manchester City é mais favorito contra o United, que acaba de ser eliminado da Champions League. Não é uma temporada sublime do City, mas o United vive problemas. Na Espanha, vou discordar de Zidane, que tenta jogar a responsabilidade para o Atlético. Não há favoritos. O Atlético não perde há 26 jogos em La Liga, mas não vence um dérbi há quase cinco anos. O Real mostrou força ao vencer duas 'finais' em uma semana e agora tem a terceira. É 50-50. O Flu perdeu Odair, mas Marcão parece uma boa opção provisória e é um time com confiança contra um em crise (de novo). Ligeiro favoritismo do Flu. Palpites: vitórias de Flu e City, empates em Madri e Itaquera. Julio Gomes.

Leia o blog do Julio Gomes.

São Paulo é muito favorito contra o Corinthians, Atlético favorito contra o Real e há equilíbrio maior entre United e City, mas se tivesse que apostar colocaria minhas fichas no City. Acho que o United pode sentir a eliminação na Champions. O São Paulo hoje entra favorito contra qualquer time do Brasil, mesmo com Palmeiras, Flamengo e Grêmio, e contra um limitado Corinthians essa vantagem fica ainda mais evidente. Na Espanha, o Atlético de Simeone deve impor sua melhor fase contra o Real. Flu com Odair Hellmann seria favorito, mas a saída do treinador transforma esse clássico numa incógnita. Situação do Vasco também deixa tudo mais em aberto, clube está pressionado e precisa de resultado. Marcel Rizzo.

Leia o blog do Marcel Rizzo.

O São Paulo terá uma molezinha em Itaquera. O dono da melhor campanha fora de casa do Brasileirão quebrará mais um tabu neste final de semana. Na Inglaterra, vai dar City; na Espanha, o Atlético do maravilhoso Simeone vai levar a melhor; e no Rio, já deu Flu, com um pé nas costas". Milton Neves.

Leia o blog do Milton Neves.

Vou me ater os clássicos internacionais que são mais minha praia. Na Inglaterra, como tem sido já há alguns anos, o favoritismo no dérbi de Manchester é todo do City. Desta vez, com um agravante: o United acabou de deixar escapar uma classificação quase certa para os mata-matas da Champions e terá de reconstruir os cacos para voltar a ser competitivo na temporada. Já na capital espanhola, o momento do Atlético é melhor que o do Real. Por isso, o mais provável é que os colchoneros conquistem os três pontos. Rafael Reis.

Leia o blog do Rafael Reis.

Fluminense, São Paulo, City e Atlético. Renato Maurício Prado.

Leia o blog do Renato Maurício Prado.

São Paulo x Corinthians - São Paulo é muito favorito. Joga como quem busca o título contra um adversário que joga como quem foge do rebaixamento. Para melhorar a situação da equipe de Diniz, não haverá a pressão da Fiel. Vasco x Fluminense - Flu é favorito. A conferir como o Vasco vai reagir à pressão que sofreu da torcida em seu CT. Manchester City x United - Sem favorito. Vejo os rivais em nível semelhante, logo a tendência é de jogo equilibrado. Atlético de Madri x Real Madrid - Atlético é favorito por ser um time mais entrosado e competitivo. Ricardo Perrone.

Leia o blog do Ricardo Perrone.

São Paulo é o favorito contra o Corinthians e tem tudo para vencer pela primeira vez em Itaquera depois de 12 jogos. Na Inglaterra, no clássico de Manchester, a falta de torcida deixa o duelo mais favorável ainda ao Manchester City que vive um momento melhor, já que o rival acabou de ser eliminado da Liga dos Campeões. Já no clássico de Madri, o Atlético de Simeone, líder do campeonato e por jogar em casa, é favorito contra o instável Real Madrid de Zidane. Rodolfo Rodrigues.

Leia o blog do Rodolfo Rodrigues.

Vejo o São Paulo num momento bem superior ao Corinthians em todos os aspectos. Difícil imaginar um resultado diferente da vitória tricolor pelo desempenho recente das equipes. Na Inglaterra, o City é o favorito diante de um irregular e conturbado Manchester United. É melhor tecnicamente e mais organizado taticamente. O maior equilíbrio está no clássico de Madri. O Atleti mostrou um time mais organizado e vem evoluindo ofensivamente. O Real tem mais qualidade individual e uma hierarquia pesada. Nesse último duelo fico em cima do muro. Se Odair Hellmann não tivesse deixado o clube recentemente, seria bem simples opinar sobre o favoritismo. Não que o Fluminense vá perder sua organização, que é bem superior à do Vasco, de uma hora para outra, mas é bom ficarmos atentos em cima da postura do time. O Cruz-Maltino vem jogando mal e muito pressionado. A partida virou uma incógnita, mas o Fluminense ainda é o provável vencedor.. Rodrigo Coutinho.

Leia o blog do Rodrigo Coutinho.

Futebol