PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Em alta, São Paulo tem chance de quebrar tabu contra Corinthians na Arena

Corinthians e São Paulo se enfrentam pela terceira vez na temporada em jogo deste domingo - Daniel Vorley/AGIF
Corinthians e São Paulo se enfrentam pela terceira vez na temporada em jogo deste domingo Imagem: Daniel Vorley/AGIF

Samir Carvalho e Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo

11/12/2020 04h00

Classificação e Jogos

O São Paulo não sabe o que é vencer um Majestoso na Neo Química Arena, inaugurada em 2014. Em 12 jogos no estádio, o Corinthians obteve nove vitórias e três empates. No clássico que acontece neste domingo (13), o Tricolor paulista tem uma das melhores oportunidades para quebrar o jejum contra o arquirrival.

A equipe do Morumbi vive o seu melhor momento na temporada. Líder isolado do Brasileirão, com 50 pontos, sete a mais que o Atlético-MG, segundo colocado, o time tem bom rendimento longe de casa. Em 12 partidas fora de seus domínios, os comandados de Fernando Diniz obtiveram seis vitórias, quatro empates e apenas duas derrotas, com 22 pontos conquistados. Este é o segundo melhor aproveitamento como visitante do torneio nacional, atrás somente do Flamengo, que somou 23 pontos no mesmo número de rodadas.

Ainda há outros fatores que jogam a favor do Tricolor. Por causa da pandemia do novo coronavírus, não há presença de público nos estádios, por isso, os jogadores não serão pressionados.

Além disso, o time do Morumbi tem a melhor defesa do Brasileirão ao lado do Grêmio, com 20 gols sofridos. O setor ofensivo também se destaca na competição. Já são 42 gols anotados e o rótulo de segundo melhor ataque do torneio, atrás do Galo, que fez 43.

O equilíbrio e o rendimento em 2020 permitem que o São Paulo sonhe com uma vitória inédita sobre o Corinthians no estádio adversário. Tudo isso é aliado ao entendimento excelente entre Diniz e seus comandados. A forma de o técnico trabalhar às margens do gramado e no dia a dia do CT da Barra Funda foi o suficiente para ganhar os atletas e levar a equipe ao topo da tabela do Brasileirão.

"Eu sempre disse para vocês e vou repetir. A maneira que me relaciono e gosto dos jogadores é assim. Tem espaço para cobrar, para cobrar forte, para me divertir. Eu não tenho receio de me aproximar dos jogadores, eles carecem de aproximação. A minha preocupação com os jogadores que trabalham comigo é que eles melhorem como pessoa. Porque chega aos 35 anos e eles estão parando, precisam estar bem estruturados financeiramente. A gente precisa ajudá-los a se cuidar, a cuidar dos seus. Não é fácil quando para de jogar. A gente, quando é jogador, tem a impressão errônea que aquilo vai durar para sempre e todos os dias", disse Fernando Diniz.

Apesar de o retrospecto do São Paulo na Neo Química Arena ser bastante desfavorável, é a grande chance do Tricolor paulista melhorar seu desempenho em Itaquera. O Corinthians ainda tenta sair da crise em 2020. O time de Vagner Mancini não venceu nenhum clássico no Campeonato Brasileiro, inclusive, em sua Arena.

Aliás, a primeira derrota em clássicos na competição foi exatamente para o São Paulo, no Morumbi, onde o Timão perdeu por 2 a 1, em 30 de agosto. Depois, o Corinthians foi derrotado pelo Palmeiras em plena Neo Química Arena, por 2 a 0, em 10 de setembro. Ainda em casa, o Alvinegro só empatou com o Santos por 1 a 1, em 7 de outubro.

Na temporada, o Corinthians venceu dois clássicos no Campeonato Paulista: 2 a 0 sobre o Santos na Arena, em fevereiro, quando o time ameaçou emplacar sob o comando de Tiago Nunes, demitido meses depois.

E ainda com Tiago Nunes, após a parada por conta da pandemia do coronavírus, o Corinthians venceu o Palmeiras por 1 a 0, pela fase de grupos do Paulistão. Na final do Estadual, foram dois empates (0 x 0 e 1 x 1) com o arquirrival e perda do título nos pênaltis.

Com o São Paulo no Paulistão, o Corinthians empatou sem gols, no Morumbi, em fevereiro.

Futebol