PUBLICIDADE
Topo

Goiás

Goiás pedirá áudios do VAR em partida contra o São Paulo

Marcelo Segurado é executivo de futebol no Goiás - Divulgação/Goiás
Marcelo Segurado é executivo de futebol no Goiás Imagem: Divulgação/Goiás

Do UOL, em São Paulo

09/11/2020 19h11

O Goiás vai entrar com um recurso na CBF para ter acesso às conversas da cabine do VAR durante a partida contra o São Paulo. O time quer esclarecimentos sobre a validação do primeiro gol Tricolor, após cruzamento de Juanfran e cabeceada de Brenner. Para o Goiás, Tadeu salvou em cima da linha - entendimento diferente do auxiliar Ricardo Bezerra Chianca, a bola ultrapassou a linha completamente.

Em coletiva, o responsável pelo departamento de futebol do Goiás, Marcelo Segurado afirmou que no entendimento do clube, Chianca estava mal posicionado. "Foi perceptível a má colocação do bandeirinha. Ele não tinha uma visão apropriada, ou recomendada, para que pudesse analisar ou pelo menos invalidar aquele gol. Ele está na linha da pequena área e não tem como, na posição que ele está, no ângulo, toda visão será de profundidade. É evidente que ele não poderia chamar para si", argumenta.

Parte do descontentamento da diretoria Esmeraldina veio de uma conversa com os auxiliares que operaram o VAR durante o jogo, em um encontro no aeroporto. "O juiz fez o sinal de que havia conversado como VAR, e que o VAR teria anulado, e não é verdade. Encontramos o árbitro do VAR e ele disse que foi uma decisão tomada no campo", disse. "Essa discussão sobre o VAR, no meu entendimento, o problema não é a tecnologia, ela atende as necessidades. O problema é a forma que as pessoas estão manipulando, e os árbitros ainda não se entenderam. O árbitro parou o jogo todo colocando a responsabilidade para o VAR".

Segurado garantiu que o clube não pedirá a anulação da partida, mas espera ter acesso aos áudios para tomar providências. "Estamos entrando com um recurso, não de anulação porque sabemos que não vai acontecer, mas só para mostrar que estamos inconformados. Não vamos aceitar esse tipo de situação. Queremos o áudio do VAR, da conversa com o juíz, para que a gente comece a tomar, diante das informações, as atitudes cabíveis junto à CBF".

Com um gol no finalzinho do Ticolor, o Goiás perdeu por 2 a 1, e ocupa a última colocação no Brasileirão. O São Paulo é o quarto colocado, colado nos líderes Internacional, Atlétic-MG e Flamengo.

Goiás