PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Giggs revela que levou soco de Van Gaal ao recebê-lo no Manchester United

Ryan Giggs caminha ao lado do técnico Louis Van Gaal em jogo do Manchester United - Tom Purslow/Manchester United via Getty Images
Ryan Giggs caminha ao lado do técnico Louis Van Gaal em jogo do Manchester United Imagem: Tom Purslow/Manchester United via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

29/10/2020 14h09

O ex-jogador galês e eterno ídolo do Manchester United Ryan Giggs revelou que o ex-técnico dos "Diabos Vermelhos" Louis Van Gaal o atingiu com um soco, na primeira interação que tiveram, em 2014. O encontro aconteceu assim que o holandês foi apontado como novo treinador da equipe.

Hoje técnico da seleção do País de Gales, o ex-jogador revelou a "agressão" ao podcast "Greatest Game", do também ex-jogador Jamie Carragher. Giggs trabalhou lado a lado com Van Gaal como auxiliar-técnico, entre 2014 e 2016.

"Ele era diferente. Ele era muito dominante", afirmou Giggs sobre Van Gaal. "Fui conhecê-lo em um hotel, ele abriu a porta e disse: 'Você está em boa forma'. Então, me deu um soco no estômago".

Segundo o galês, a pancada foi "bem forte" e, no momento, ele "não sabia o que fazer". Depois, raciocinou que teria de deixar o episódio passar caso quisesse manter o emprego que tinha junto ao clube, onde trabalhou por 29 anos.

"Era assim que ele era. Ele era muito dominante e gostava de ficar em cima de você, no cara a cara", aprofundou Giggs. "Ele seria um pesadelo, hoje, com o distanciamento social".

Ainda assim, o ex-jogador fala de Van Gaal com respeito e não guarda mágoa pela primeira impressão dolorida. "Ele protegia a equipe dele e os jogadores dele e era uma pessoa muito boa, só que bastante excêntrica", explicou.

A gestão de Van Gaal e Giggs à frente do futebol do Manchester United foi responsável por conquistar o primeiro título do clube pós-Alex Ferguson, uma F.A. Cup, mas recebeu duras críticas por um futebol considerado "feio" e por não levantar outros canecos. O galês deixou o clube pouco depois da saída do holandês.

Futebol