PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Grêmio empata no último lance em jogo tenso e avança em 1º lugar

Walter Kannemann fez gol contra e foi expulso em jogo final da fase de grupos - Jeferson Guareze/Conmebol
Walter Kannemann fez gol contra e foi expulso em jogo final da fase de grupos Imagem: Jeferson Guareze/Conmebol

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

22/10/2020 23h32

Classificação e Jogos

O Grêmio entrou em campo classificado, mas a última partida da fase de grupos da Copa Libertadores 2020 na Arena do Grêmio foi agitada. Em noite de atuação fraca, o time de Renato Gaúcho arrancou empate com América de Cali no apagar das luzes: 1 a 1 aos 55 do segundo tempo. O duelo foi marcado por dois pênaltis em favor dos brasileiros, gol contra de Kannemann e expulsão do próprio argentino.

Além do gol contra de Kannemann, Diego Souza marcou de pênalti. Antes de tudo isso, Robinho cobrou penalidade e perdeu.

A equipe de Renato termina o grupo E com 11 pontos, líder e garantido no pote A do sorteio de sexta-feira, na Vila Belmiro. O Inter, em Santiago, chegou a ter chance de assumir a primeira posição da chave. Mas levou a virada da Universidad Católica também nos minutos finais.

Quem foi bem: Duván Vergara

Meia-atacante do América de Cali, oferecido aos clubes gaúchos nas últimas semanas, pressionou a defesa do Grêmio. Maicon levou cartão logo nos primeiro minutos. Com velocidade, distribuiu bons dribles e passes. Foi dele, Vergara, o cruzamento que terminou em gol contra de Walter Kannemann.

Quem foi mal: Robinho

Camisa 10 produziu muito pouco com bola rolando. Na hora do pênalti, teve a chance de melhorar a atuação e a passagem por Porto Alegre, até aqui. Não conseguiu. Cobrou fraco, rasteiro. Sem grandes dificuldades para defesa de Graterol.

Quem decepcionou: Kannemann

O zagueiro cortou cruzamento errado, marcou gol contra e no final fez ainda pior. Se envolveu em confusão com Cabrera e foi expulso pelo segundo cartão amarelo.

20 min sem nenhum chute

Nem no gol e nem para fora. Os dois times fecharam mais de 20 minutos sem nenhuma conclusão. A pobreza ofensiva foi acompanhamento de um duelo cheio de viradas de jogo.

Grêmio tenta esquema com dois laterais na direita

Sem Alisson, Renato Gaúcho escalou Orejuela à frente. No meio-campo. A estratégia virou água. O lado direito não conseguiu ser explorado e nem controlar Vergara. A aposta frustrada ainda encontrou time sem criatividade como acompanhamento para um prato sem gosto.

América de Cali é mais lúcido

Se não criar já era ruim, o Grêmio viu o jogo piorar quando o time colombiano se mostrou mais ciente de si no duelo. Objetivo, o América de Cali assustou antes. Assustou mais. E marcou.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 1 X 1 AMÉRICA DE CALI

Data e hora: 22/10/2020 (quinta-feira), às 21h30 (de Brasília)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Fernando Rapallini (ARG)
Auxiliares: Ezequiel Brailovsky (ARG) e Diego Bonfa (ARG)
Cartões amarelos: Maicon, Kannemann, Lucas Silva, Thaciano (GRE); Segovia, Arrieta, Velasco, Vergara (CAL)
Cartão vermelho: Kannemann (GRE)
Gols: Kannemann, aos 7 minutos do segundo tempo (CONTRA), Diego Souza, aos 54 minutos do segundo tempo (Grêmio)

GRÊMIO: Vanderlei; Victor Ferraz, Geromel, Kannemann e Diogo Barbosa; Lucas Silva (Isaque), Maicon (Everton), Orejuela (Luiz Fernando), Robinho (Thaciano) e Pepê (Ferreira); Diego Souza
Técnico: Renato Gaúcho

AMÉRICA DE CALI: Graterol; Arrieta, Marlon Torres, Segovia e Edwin Velasco; Luis Paz, Carrascal e Carlos Sierra (Jaramillo); Moreno (Cabrera), Vergara e Juan David Pérez (Arias)
Técnico: Juan Cruz Real

Futebol