PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Estilo Coudet: Técnico do Inter "joga junto" e se diz "insuportável"

Eduardo Coudet vibra, grita, xinga, e se diz "insuportável" durante jogos do Inter - Ricardo Duarte/Inter
Eduardo Coudet vibra, grita, xinga, e se diz "insuportável" durante jogos do Inter Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

20/10/2020 11h37

Classificação e Jogos

Eduardo Coudet tem um estilo peculiar. Assistir um jogo do Inter na televisão ou ouvir pelo rádio é estar praticamente lado a lado com o treinador. Ele grita o tempo todo (tão alto que é sempre captado pelos microfones de transmissão), caminha de um lado para outro, corre, gesticula, reclama, elogia, ou seja, joga junto com o time. E já virou rotina perceber as atitudes até entre os jogadores.

"Por incrível que pareça, a gente entende o que ele está querendo dizer com gestos ali", disse o volante Edenilson em entrevista coletiva. "Ele é um cara bastante enérgico, é elétrico, cobra bastante. Isso dá um ânimo maior para a gente, ainda mais quando o outro time nos pressiona", completou.

Coudet sorri e reconhece que suas atitudes durante o jogo são fora da curva. Normalmente controlado e calmo, o treinador vira outra pessoa com a bola rolando.

"É minha maneira de viver o futebol, de sentir o jogo e minha função. Infelizmente eles precisam me aguentar… Sou bastante intenso, insuportável. Mas quero o melhor para eles. Eu gosto de brigar, de lutar pelos títulos. Sempre falamos que o plantel tem suas limitações, mas isso não nos impede de estar lá em cima e na luta", disse Coudet.

E a batalha pelos melhores resultados e o bom desempenho não é restrita aos jogos. Qualquer treinamento de Coudet é acompanhado por gritos — sejam de incentivos, cobrança ou explicação. Uma mistura de português e espanhol ecoa pelo CT Parque Gigante sempre que a equipe ensaia seus movimentos de jogo.

"Vamos tentar. Vamos tentar… Sempre é uma premissa para tudo: tentar. Vamos dar tudo que temos para sustentar a campanha", afirmou o treinador.

O Colorado volta a campo na quinta-feira (22) às 21h30 (de Brasília) para encarar a Universidad Católica, no Chile, na última rodada da fase de grupos da Libertadores. A classificação às oitavas de final está muito bem encaminhada e poderá vir até mesmo com derrota. Qualquer ponto conquistado garante matematicamente o posto na etapa seguinte.

Internacional