PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Vice do Atlético-MG detona Gaciba: 'não tem capacidade moral de continuar'

Gaciba, que recebeu críticas de dirigente atleticano, admitiu erro do VAR a favor do Galo em jogo com o São Paulo - Reprodução/SporTV
Gaciba, que recebeu críticas de dirigente atleticano, admitiu erro do VAR a favor do Galo em jogo com o São Paulo Imagem: Reprodução/SporTV

Do UOL, em Belo Horizonte

19/10/2020 23h15

Classificação e Jogos

O vice-presidente do Atlético-MG não poupou críticas ao comando da arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) após a derrota do Galo para o Bahia, por 3 a 1, no estádio Pituaçu, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na visão do dirigente, o chefe da Comissão de Arbitragem, o ex-árbitro Leonardo Gaciba, não tem condições de continuar no cargo.

"Poderíamos ter feitos muitos gols no primeiro tempo (incompetência nossa). Mas houve pênalti claro e não marcado estranhamente pelo árbitro gaúcho e chancelado pelo VAR. O (Leonardo) Gaciba, chefe da arbitragem da CBF, não tem mais capacidade moral de continuar no comando da arbitragem da CBF", disparou.

A reclamação de Lásaro Cândido da Cunha aconteceu pelo lance envolvendo o atacante atleticano Keno, que aos 32 minutos do primeiro tempo, foi derrubado na área pelo zagueiro Lucas Fonseca. O árbitro Anderson Daronco, do Rio Grande do Sul, não marcou nada. A derrota fez o Atlético-MG perder a liderança para o Internacional, mas com um jogo a menos do que o próprio Colorado e o Flamengo, agora o segundo colocado.

Sandro Meira Ricci, na Central do Apito, durante transmissão do Canal Premiere, disse que marcaria a penalidade no lance.

O perfil oficial do Atlético-MG no Twitter chancelou as reclamações de Lásaro Cândido da Silva, com um retuíte da mensagem do dirigente, e citando a arroba da CBF.

O UOL Esporte tentou contato com o chefe de arbitragem da CBF. Entretanto, Leonardo Gaciba não atendeu ao contato telefônico para falar sobre as críticas do dirigente atleticano.

Mais reclamações

O dirigente do Atlético-MG foi questionado por um torcedor após suas reclamações sobre a arbitragem. "O mesmo papo de arbitragem, muleta de ouro esse papo furado".

Por essa mensagem, Lásaro mandou sua tréplica: "Por essas e outras que estamos sendo anos e anos, seguidamente, sendo prejudicados pela arbitragem e alguns como vc passando "pano". Se vc tivesse lido e refletido um pouquinho, teria minimamente compreendido q não livrei o time, o técnico etc de suas responsabilidades (sic)", postou em seu Twitter.

Depois, mostrando chateação e raiva, Lásaro disse que pararia de escrever na rede social.

Atlético-MG