PUBLICIDADE
Topo

Botafogo

"Não temos tempo a lamentar", indica Lazaroni após derrota do Botafogo

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

15/10/2020 00h37

Após a derrota do Botafogo para o Grêmio, nesta noite (14), pelo Campeonato Brasileiro, o técnico Bruno Lazaroni garantiu que o Alvinegro "não tem tempo para lamentar" e ressaltou que o elenco já tem de se preparar para a partida contra o Goiás, na segunda-feira.

O treinador indicou como ponto negativo na atuação o que avaliou como "falta de paciência" do Glorioso para buscar os espaços na defesa adversária.

"Faltou um pouco de paciência para circular a bola, buscar amplitude do campo. Insistimos muito nas jogadas por dentro, o que facilitou a marcação do Grêmio. Mas, de qualquer forma, não temos tempo a lamentar. Não fiquei eufórico com as vitórias e não vou ficar triste com as derrotas. A gente tem de entender a nossa situação atual e colocar todo mundo para cima porque temos uma partida importante na segunda-feira", disse.

"Não tem muito tempo a lamentar. Viemos para dois jogos fora, em duas pontas do país, em Recife [contra o Sport, no domingo] e Porto Alegre [contra o Grêmio], fizemos uma viagem de nove horas... Acabou que isso tudo também foi determinante para o resultado", completou.

Lazaroni explicou também o motivo de o Botafogo ter terminado o jogo com cinco atacantes em campo: Lecaros, Kalou, Kelvin, Pedro Raul e Matheus Babi.

"A ideia original era a gente abrir as linhas de marcação do Grêmio, trabalhar com três caras entre as linhas, Lecaros, Kalou e Honda, com o Cícero por trás, mais os dois zagueiros, e abrir bem o Kelvin e o Kevin. Acabou que, pela ansiedade de querer fazer o gol logo, não tivemos a tranquilidade necessária para abrir e depois tentar jogar a jogada por dentro ou fazer os cruzamentos. Acabou que o Grêmio, com uma a menos, se fechou no campo de defesa", salientou.

Botafogo