PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Quase impossível jogar de igual para igual, diz ex-Bolívar sobre altitude

Palmeiras treina em La Paz antes de enfrentar o Bolívar pela fase de grupos da Libertadores - Cesar Greco
Palmeiras treina em La Paz antes de enfrentar o Bolívar pela fase de grupos da Libertadores Imagem: Cesar Greco

Colaboração para o UOL, em São Paulo

15/09/2020 18h59

Classificação e Jogos

Técnico do Bolívar em 2018, Vinicius Eutrópio alertou o Palmeiras sobre os desafios acerca da altitude de La Paz (BOL), localizada a aproximadamente 3.600 metros acima do nível do mar. Para o treinador, tanto a pressão atmosférica quando a velocidade da bola podem prejudicar o Alviverde na retomada da Libertadores.

Líder do Grupo B, com seis pontos (duas vitórias), o Palmeiras vai a campo enfrentar os bolivianos amanhã, às 21h30, pela terceira rodada da fase de grupos.

"Se o adversário não for da altitude, tem sérios problemas. É quase impossível enfrentar de igual para igual. Você tem uma vantagem dupla, que é adaptação do ar e a velocidade da bola. O Palmeiras foi um pouco antes, talvez ganhe com relação à adaptação da velocidade da bola, mas eu acredito que perca um pouco com a questão da dor de cabeça ou algo assim", destacou Vinicius durante o "Expediente Futebol" de hoje.

O treinador ainda aconselhou o Verdão para se preparar psicologicamente para encarar a altitude. Segundo ele, os clubes brasileiros - assim como os argentinos - são conhecidos por temer tais condições.

"É difícil a adaptação, mas uma coisa que os dirigentes - e até o médico do Bolívar - falavam para mim é que os brasileiros e os argentinos têm tanto medo da altitude que o monstro fica maior. Então, tem que se preparar, obviamente, mas tem que amenizar principalmente psicologicamente", completou.

UOL Esporte vê TV