PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

PH Ganso revê lado "maestro" e anima Fluminense

Do UOL, no Rio de Janeiro

23/08/2020 04h00

O Fluminense venceu o Athletico por 1 a 0, no último sábado, na Arena da Baixada. Mesmo com Muriel iluminado, o grande destaque do time foi Paulo Henrique Ganso, que foi o verdadeiro maestro dentro de campo. Ele chamou a responsabilidade e mostrou que ainda pode ser aquele jogador que empolgou a torcida ao ser contratado pelo Tricolor.

Ele atuou os 90min pela primeira vez e foi um verdadeiro maestro do Fluminense. Passes precisos, até mesmo quando tentou jogadas mais difíceis. A precisão enche os olhos: acertou 41 dos 45 que tentou, segundo o sofascore, o que representa sua melhor marca no Brasileiro com 91%. Em dois momentos deixou companheiros de cara com Santos, que realizou boas defesas e evitou uma derrota ainda mais expressiva.

Tivessem os companheiros de Ganso concluído em gols os passes recebidos, o camisa 10 do Fluminense seria ainda mais exaltado pela torcida. Ainda teve 100% de aproveitamento nos dribles tentados e três interceptações, o que mostra que também ajudou no sistema defensivo. Foi o responsável pela saída de bola e evitou o aperto da marcação adversária com passes quebrando a linha.

"Equipe fez bom jogo em todos os aspectos. Sem bola, com bola, taticamente, tecnicamente. Todos os jogadores que entraram hoje jogaram muito bem. Inclusive, o Ganso, que fez grande partida. Isso respalda muito mais a decisão e o que venho falando desde o início do jogo: a importância e relevância do grupo. Todos que puderam jogar deram resposta positiva pro grupo, pro time", disse Odari Hellmann.

E agora?

A boa atuação de ganso é um fato incontestável. Mas o que será do camisa 10 do Fluminense com relação ao time titular? O técnico Odair Hellmann conseguirá um espaço na equipe principal? Vale ressaltar que Nenê e Fred estavam na frente de Ganso até esse último jogo.

O treinador ainda tem outros jovens jogadores rendendo muito bem, casos de Evanílson. Escalar o onze ideal do Fluminense parece cada vez mais difícil. Melhor para o Tricolor que ganha opções no elenco em uma temporada que promete ser das mais cansativas e com jogos separados por intervalos curtos.

Com o resultado, o Fluminense pula para a 6ª posição com sete pontos. O Tricolor volta a campo na terça-feira, quando receberá o Figueirense pela Copa do Brasil - os cariocas perderam por 1 a 0, em Santa Catarina.

Fluminense