PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Casão pede paralisação do Brasileiro após casos de covid: 'Não é seguro'

Casagrande pede paralisação do Campeonato Brasileiro - Reprodução/TV Globo
Casagrande pede paralisação do Campeonato Brasileiro Imagem: Reprodução/TV Globo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

12/08/2020 15h16Atualizada em 12/08/2020 16h32

Classificação e Jogos

Walter Casagrande, comentarista do Grupo Globo, usou as redes sociais para pedir a paralisação do Campeonato Brasileiro. Preocupado com o número de casos de covid-19 nos clubes, o ex-jogador voltou a se posicionar contra a realização de partidas do futebol durante a pandemia.

Segundo o UOL, as três séries principais somam pelo menos 52 jogadores infectados pelo novo coronavírus. Até o momento, três jogos foram adiados.

Além disso, a comissão médica da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) liberou quatro jogadores do Atlético-GO que testaram positivo para covid-19 para entrarem em campo contra o Flamengo, hoje, às 20h30, no estádio Olímpico, em Goiânia. A entidade acatou um recurso solicitado pelo time goiano

"Em menos de cinco dias do início do Campeonato Brasileiro, já tem um número enorme de jogadores das Séries A, B e C contaminados pela covid-19. Isso tem que parar. Isso não devia nem ter começado. Era muito óbvio que isso ia acontecer", disse Casão em vídeo publicado em seu Instagram.

"Os jogadores estão viajando de ponta a ponta do Brasil. Eles estão sendo contaminados, contaminando outras pessoas e correndo o risco de contaminar os próprios familiares. É hora de parar com esse futebol. É hora de parar com este campeonato. Não podemos continuar dessa maneira. Não é seguro para ninguém", completou.

Casagrande comentou jogos do retorno do Campeonato Paulista - entre eles as duas partidas da final - na Globo e estava escalado para a partida entre Goiás e São Paulo, no último domingo, que foi suspensa porque dez atletas do clube esmeraldino tiveram diagnóstico positivo para a covid-19.

O comentarista tem criticado com frequência o retorno das partidas durante a pandemia e, no domingo, admitiu publicamente, após o adiamento do jogo do São Paulo, que não tinha mais vontade de falar de futebol por causa dos casos de coronavírus.

Ontem, o Brasil chegou a 103.099 mortes pela doença, além de 3.112.393 casos. Os dados foram coletados pelo consórcio de veículos do qual o UOL faz parte.

UOL Esporte vê TV