PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Enderson vê Cruzeiro reforçado, mas adota cautela para usar Arthur Caíke

Arthur Caíke, ex-jogador do Bahia, inicia trabalho de condicionamento no Cruzeiro - Malcon Robert/AGIF
Arthur Caíke, ex-jogador do Bahia, inicia trabalho de condicionamento no Cruzeiro Imagem: Malcon Robert/AGIF

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

12/08/2020 04h00

Enderson Moreira teve um pedido feito à diretoria do Cruzeiro atendido após o início da Série B do Brasileirão 2020. Arthur Caíke chega à equipe no mercado da bola para a disputa do torneio, mas será utilizado com cautela pelo treinador nos próximos compromissos.

O técnico adota uma postura mais precavida por temer antecipar o processo de condicionamento físico do atacante de 28 anos. O atleta será preparado para atuar no decorrer da competição.

"A gente não vai antecipar absolutamente nada [na estreia do Arthur Caíke]. O jogador estava fora, sem fazer trabalho com bola, sem trabalhar com o grupo. Ele acabou de chegar, vamos ver as condições. Agora é o momento de aguardar, ter tranquilidade para não queimar etapa de forma desnecessária, não perder o atleta e depois não contar com ele em uma competição", comentou.

Contratado por empréstimo pelo Cruzeiro até o fim de fevereiro, o atacante ficou mais de um mês sem treinar com outros atletas. Ele estava emprestado ao Bahia até maio passado. Ao fim do seu empréstimo no clube de Salvador, o jogador voltou ao Al Shabab, mas não teve oportunidades de trabalhar por causa da pandemia do novo coronavírus.

Anunciado como novo reforço do Cruzeiro, não deve começar a jogar tão cedo. Ele era esperado para o jogo contra o Figueirense, no fim de semana, mas ainda não estará apto para o confronto válido pela terceira rodada do torneio nacional.

Cruzeiro