PUBLICIDADE
Topo

André chega a quase 300 dias sem jogar e Grêmio torce por transferência

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

01/08/2020 04h00

São 283 dias sem André em campo e contando. Fora de lista de inscritos do Grêmio no Campeonato Gaúcho e na Copa Libertadores, o atacante não atua desde outubro do ano passado e continua com futuro incerto. Sondagens e ofertas, mantidas em sigilo, chegaram nas últimas semanas. Até agora, não houve acordo. Na Arena do Grêmio, o clube torce por um negócio que seduza o jogador.

Segundo apurou o UOL Esporte, Renato Gaúcho conversou com André antes da retomada do Gauchão. O papo foi para saber do atacante as perspectivas para o futuro. O treinador espera resposta definitiva do jogador antes do início do Campeonato Brasileiro.

"O André está com conversas com seu empresário juntamente com a diretoria do Grêmio. Estão trocando ideias, conversando. Estou esperando o desfecho dele, empresário com a diretoria para saber o que vai acontecer. Se por acaso ele sair, óbvio que vamos ter que ir atrás de um jogador. Se ele não sair, óbvio também que vou usar. Ele é jogador do Grêmio, não dá para deixar só recebendo sem jogar", disse Renato Portaluppi.

André tem contrato com o Grêmio até o final de 2021 e recebe salário considerado de bom nível. Mas longe de ser um dos principais do elenco — que tem Everton Cebolinha, Geromel e Kannemann como alguns dos mais bem remunerados.

"Ele é jogador do Grêmio e se não sair, vai ser aproveitado. A gente não pode deixar um jogador do nível do André só recebendo. É desperdício para jogador, para o clube. Vamos torcer por um final feliz", resumiu Renato.

O Grêmio já olha o mercado da bola atrás de um novo atacante. Renato Gaúcho pretende pedir outro, caso André tenha confirmada transferência. Além dos possíveis dois reforços para o ataque, o treinador também quer a contratação de lateral esquerdo, uma vez que o titular Caio Henrique regressou ao Atlético de Madri.

Futebol