PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Comentarista diz que Marinho "é burro e está na senzala" e pede desculpa

Adriano Wilkson e Eder Traskini

Do UOL, em São Paulo e Santos

31/07/2020 12h44Atualizada em 31/07/2020 20h44

O comentarista Fabio Benedetti, conhecido como Chef Benedetti, fez um comentário racista durante a transmissão de Santos 1 x 3 Ponte Preta, na rádio "Energia 97", ontem (30) pelas quartas de final do Campeonato Paulista.

No intervalo da partida, após o atacante Marinho, que é negro, ser expulso, Benedetti foi questionado sobre o que diria ao santista em um suposto grupo de Whatsapp do qual os dois fariam parte.

Benedetti afirmou: "Eu vou falar assim: 'Você é burro, você está na senzala, você vai sair do grupo uma semana para pensar sobre o que você fez.'"

O comentário causou indignação em parte da audiência. A rádio "Energia 97" transmitia a partida também no Youtube, de onde um trecho foi retirado e publicado nas demais redes sociais. Ainda durante a transmissão, o comentarista pediria desculpas pela sua declaração.

Questionado no Twitter sobre sua postura, Benedetti, que é chef de cozinha além de comentarista, pediu desculpas. "Fui muito mal... Errei feio, usei uma palavra que nunca deveria, mesmo que sem intenção", escreveu a uma pessoa que o interpelou. "Na mesma hora percebi que falei uma grande M, pedi desculpas, mas sei que foi ridículo."

Procurado pela reportagem, Benedetti disse que não poderia atender no momento porque estaria em uma reunião.

Mais tarde, em nota oficial, o comentarista afirmou que pediu desculpas a Marinho e que vai promover debates sobre racismo em suas redes sociais.

"Quero reforçar que sou e sempre fui totalmente contrário à qualquer tipo de discriminação, seja ela racial, de gênero, xenofóbica entre outras e lamento muito pelo ocorrido, em momento algum tive a intenção de ofender ninguém. Por isso, quero aproveitar essa infeliz situação que provoquei como oportunidade de aprendizado", afirmou Benedetti.

Marinho - Divulgação/Santos FC - Divulgação/Santos FC
Marinho fez gol e foi expulso em jogo contra a Ponte Preta
Imagem: Divulgação/Santos FC

Marinho afirmou que aceitou as desculpas, mas, chorando, fez um longo desabafo no Instagram e se referiu aos racistas como "vermes".

"Toda vez eu defendo a bandeira porque você passa por isso na pele. E quando você passa, você sofre. Quando acontece com a gente, a gente sente mais. Por isso eu brigo pela causa porque quando a gente passa na pele é horrível. E a gente não pode deixar passar. Sei o valor que tenho. Eu sempre brigo pela causa porque hoje eu tenho voz ativa. E quando acontece com quem tem voz ativa, isso só mostra que quem não tem voz ativa passa por coisas piores. Temos aceitado muito disso, e a Justiça não pune esses preconceituosos, vermes", disse Marinho.

A rádio "Energia 97" afirmou que Benedetti será punido pelo comentário. "Ele vai ser suspenso, só não sabemos ainda por quanto tempo", afirmou Hilton Malta, conhecido como Sombra, o coordenador artístico da rádio. Sombra estava presente no momento em que o comentário racista foi proferido.

"Quando ele falou esse absurdo eu fiquei pensando: 'Será que ouvi isso mesmo?'", disse Sombra. "Você fica boquiaberto com a pessoa falando uma coisas dessas. Não tem cabimento nenhum. A sociedade não tolera mais esse tipo de associação, ainda mais no momento que estamos vivendo."

Já Ademir Quintino, outro comentarista que presenciou a ofensa a Marinho, defendeu o colega. "Eu estava na transmissão. O Chef Benedetti pediu desculpas, imediatamente após ter tido essa infelicidade. Ele não pensa assim. É meu amigo particular. Jamais aceitaria ter um ente querido RACISTA. Passionalismo, irritação de torcedor. Não justifica, explica."

Em texto acompanhado de uma foto com sua filha no Instagram, Marinho pediu uma retratação e ressaltou que tem "orgulho e não vergonha de ser preto".

No Twitter, o Santos não mencionou diretamente o caso, mas parafraseou a professora e filósofa norte-americana Angela Davis ao dizer que "não basta não ser racista, é fundamental ser antirracista".

"Infelizmente o racismo estrutural ainda é algo sempre presente em nossas relações, assim precisamos e seguiremos repetindo a mesma mensagem de repúdio a qualquer tipo de preconceito quantas vezes for necessário", registrou o clube na rede social, pedindo para que torcedores racistas, preconceituosos e xenófobos deixem de torcer pelo clube.

A rádio Energia 97 se pronunciou de forma oficial lamentando o episódio e confirmou o afastamento do comentarista.

Confira a nota do veículo:

Na noite de quinta-feira, dia 30/07/2020, durante a transmissão do jogo entre Santos e Ponte Preta no programa Energia em Campo, o integrante Fábio Benedetti fez um comentário racista em relação ao jogador Marinho do Santos.

A Energia 97FM repudia severamente as palavras proferidas e vem por meio deste deixar explícito que não compactua com nenhum tipo de injúria racial. Decidimos afastar o comentarista e já estamos em contato com ele para decidirmos como serão conduzidos os próximos passos.

Nos desculpamos e nos solidarizamos com todos, principalmente, com o jogador Marinho e sua família.

Nós como rádio estamos atentos às manifestações de nossos ouvintes e não nos ateremos apenas à palavras ou desculpas.

Veja comunicado publicado por Chef Benedetti:

Olá pessoal,
Venho através deste vídeo pedir minhas sinceras desculpas pelo comentário infeliz que fiz ontem referente ao jogador Marinho, na transmissão do jogo do Santos contra a Ponte.

Quero reforçar que sou e sempre fui totalmente contrário à qualquer tipo de discriminação, seja ela racial, de gênero, xenofóbica entre outras e lamento muito pelo ocorrido , em momento algum tive a intenção de ofender ninguém.

Por isso, quero aproveitar essa infeliz situação que provoquei como oportunidade de aprendizado.

Peço minhas sinceras desculpas pelo comentário proferido e estou completamente arrependido por ele. Nas próximas semanas estarei cedendo meu lugar de fala em minhas redes sociais para promover a discussão sobre assunto tão necessário e urgente na sociedade e no esporte.

Já entrei em contato com o Marinho para me desculpar e gostaria de tornar público o meu arrependimento.

Mais uma vez quero pedir desculpas ao Marinho e a todos que se sentiram ofendidos pelo meu comentário infeliz!

Futebol