PUBLICIDADE
Topo

Corinthians corre contra o tempo para ter Jô no clássico contra o Palmeiras

Atacante Jô vestirá a camisa 77 em sua terceira passagem pelo Corinthians - Agência Corinthians
Atacante Jô vestirá a camisa 77 em sua terceira passagem pelo Corinthians Imagem: Agência Corinthians

Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo (SP)

14/07/2020 14h51

Além de Victor Cantillo, que testou positivo para o Covid-19, o técnico Tiago Nunes, do Corinthians, não sabe se contará com o atacante Jô para o clássico contra o Palmeiras na quarta-feira, dia 22, na retomada do Campeonato Paulista 2020.

Jô foi contratado no período de pandemia por conta do coronavírus e, por isso, a diretoria precisa correr contra o tempo para regularizar o camisa 77 a tempo para o clássico.

Isso porque a CBF divulgou que a janela de transferências internacionais será aberta no dia 20, ou seja, dois dias apenas antes do clássico, além de ser data limite para inscrição de jogadores na Federação Paulista de Futebol.

Se não bastasse, o Corinthians terá o fuso horário como obstáculo em seu único dia para regularizar Jô a tempo. O Timão precisa que o Nagoya Grampus, do Japão, ex-clube do jogador, confirme a transferência no Transfer Matching System (TMS), sistema utilizado pela Fifa em transferências.

O problema é que Jô deixou o time japonês após rescindir contrato por justa causa. Há temor de 'retaliação' por conta disso. Caso não consiga inscrever o atacante para o clássico, o Timão poderá incluir Jô no Paulista caso avance às quartas de final, quando é permita quatro alterações na lista de inscritos.

Futebol