PUBLICIDADE
Topo

Arnaldo: "Cartolas do Fla conseguiram colocar parte da torcida contra eles"

Do UOL, em São Paulo

07/07/2020 04h00

Classificação e Jogos

No último fim de semana a direção do Flamengo desagradou os torcedores ao avisar, à véspera da semifinal da Taça Rio, que a partida contra o Volta Redonda seria transmitida pelo MyCujoo, e não pela FlaTV. O serviço de streaming escolhido cobrou R$ 10 pelo acesso, mas devido às falhas do sistema o jogo acabou sendo exibido no canal do clube rubro-negro no YouTube.

No podcast Posse de Bola #40, o jornalista Arnaldo Ribeiro destaca como os dirigentes do Flamengo que há alguns dias viam torcedores saindo em sua defesa nas redes sociais, acabaram irritando parte de sua torcida com a decisão de testar o serviço de streaming anunciada em cima da hora.

"Aqui não tem torcida de cartola. E o rubro-negro estava meio maluco com essa história, ele estava torcendo para o Landim [presidente flamenguista] contra a Globo, contra a sei lá quem, quando o Landim sacaneou o rubro-negro, aí o rubro-negro reagiu. Os caras são tão desastrosos que eles conseguiram colocar a torcida contra eles, boa parte da torcida, conseguiram. E aí acho que tem uma questão pela arrogância, pelo pé na porta, pelo jeito elitista, por tudo o que eles representam", afirma Arnaldo (disponível no vídeo acima a partir de 23:46).

Arnaldo destaca também que nem todos os torcedores do Flamengo dispõe de computador, internet banda larga e pode pagar R$ 10 para ver apenas um jogo, ignorando esta parcela de seus seguidores.

"Na cabeça do Landim é o seguinte: se 7 mil flamenguistas ganham mais de R$ 50 mil e forem suficientes para pagar a operação do Flamengo, ele quer que se dane os outros milhões de flamenguistas. Essa é a mentalidade dos caras, e esse pensamento é curtinho, curtinho. Agora, os caras conseguiram se ver mal com a própria torcida, conseguiram", completa o jornalista.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol