PUBLICIDADE
Topo

Inglês - 2019/2020

Empresa reconhece falha de tecnologia em gol no Inglês e se desculpa

Nyland, do Aston Villa, se apoia na rede para evitar gol do Sheffield United em jogo do Campeonato Inglês - Paul Ellis/Pool via REUTERS
Nyland, do Aston Villa, se apoia na rede para evitar gol do Sheffield United em jogo do Campeonato Inglês Imagem: Paul Ellis/Pool via REUTERS

Do UOL, em São Paulo

17/06/2020 16h39

A Hawk-Eye Innovations, empresa responsável pelo sistema de Tecnologia da Linha de Gol, se manifestou após um possível gol do Sheffield United na partida de hoje contra o Aston Villa, pelo Campeonato Inglês - o jogo terminou 0 a 0. A Hawk-Eye reconheceu o erro e pediu desculpas.

Aos 41 minutos do primeiro tempo, Norwood cobrou falta na área do Villa, o goleiro Nyland saltou e pegou a bola, mas perdeu o equilíbrio e deu um passo para trás. Ele precisou se agarrar na rede para não cair. Mesmo assim, os jogadores do Sheffield viram a bola entrar e pediram a validação do gol.

O árbitro Michael Oliver mostrou o sensor que usa no braço que vibra quando a bola cruza a linha do gol. Como a tecnologia não constatou o gol, o juiz mandou o jogo seguir. Porém, o replay exibido na transmissão do jogo na TV mostrou que a bola aparentemente entrou.

"Durante o primeiro tempo de Aston Villa x Sheffield United no Villa Park, houve um incidente com a linha de gol onde a bola foi carregada para além da linha pelo goleiro do Aston Villa, Nyland", disse a Hawk Eye, em nota.

"A arbitragem não recebeu um sinal pelo relógio nem pelo fone de ouvido, conforme o protocolo do Sistema de Decisão de Gol (GDS). As sete câmeras localizadas nas arquibancadas ao redor do gol foram significativamente obstruídas pelo goleiro, defensor e pela trave. Esse nível de obstrução nunca foi visto antes em mais de 9 mil jogos que o sistema Hawk-Eye Tecnologia da Linha de Gol esteve em operação", afirmou a empresa, que pediu desculpa pelo episódio.

"O sistema foi testado e mostrou-se ser funcional antes do início do jogo de acordo com as Leis do Jogo da IFAB. A equipe de arbitragem recebeu a confirmação de que o sistema estava funcionando. O sistema manteve-se funcional. A Hawk-Eye se desculpa com a Premier League, o Sheffield United e todos os afetados pelo incidente."