PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Futebol inglês vê aumento de 53% nas denúncias de racismo, diz organização

Relatório indica que 71% dos atletas vítimas de racismo sofreram as agressões nas redes sociais - Getty Images
Relatório indica que 71% dos atletas vítimas de racismo sofreram as agressões nas redes sociais Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

03/09/2020 13h39Atualizada em 03/09/2020 14h10

A temporada 2019-2020 do futebol inglês teve um aumento de 53% nas denúncias de racismo e 95% nas de homofobia. Os números são de um levantamento da organização Kick It Out, que tem como objetivo combater o preconceito no futebol britânico.

Ao todo, o número de relatos aumentou 42% desde o último levantamento da organização. O número saltou de 313 para 446 de uma temporada para outra (julho a julho) e inclui denúncias de atletas profissionais e das categorias de base.

Uma das preocupações da organização é o fato que as partidas desta temporada tenham sido majoritariamente adiadas em razão da pandemia do novo coronavírus, ou seja, mesmo sem ofensas nos estádios, os atletas continuaram a ser perseguidos.

Uma explicação pode estar em outro dado da pesquisa, que indica que 71% dos atletas vítimas de racismo sofreram o crime nas redes sociais.

"Sabemos que os relatórios para a Kick It Out são apenas a ponta do iceberg. Nós apenas relatamos o que é relatado para nós", explicou Sanjay Bhandari, presidente da organização, à BBC.

A primeira rodada do Campeonato Inglês está prevista para começar no dia 12 de novembro.

Futebol