PUBLICIDADE
Topo

Grêmio dobra multa de meia-atacante antes de promoção ao time principal

Rildo, 20 anos, está na lista de jovens que devem subir para o elenco principal nas próximas semanas - WILIAN OLIVEIRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Rildo, 20 anos, está na lista de jovens que devem subir para o elenco principal nas próximas semanas Imagem: WILIAN OLIVEIRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Jeremias Wernek e Thiago Fernandes

Do UOL, em Porto Alegre e Belo Horizonte

16/05/2020 04h00

O Grêmio renovou o contrato de Rildo e aumentou a multa rescisória às vésperas de promover o meia-atacante ao grupo principal. Um dos destaques do time sub-20 do clube, vice-campeão da Copa São Paulo no início deste ano, o jogador agora tem vínculo com cláusula de saída de 50 milhões de euros (R$ 315,8 milhões na cotação atual).

A cifra é exatamente o dobro da multa anterior, 25 milhões de euros e fazia parte do então contrato do jogador com o Grêmio, que ia até o final de 2022.

Aos 20 anos, Rildo foi autor do primeiro gol do Grêmio na Copa SP e está no radar da comissão técnica liderada por Renato Gaúcho desde o segundo semestre de 2019. O novo contrato foi assinado ontem (15), em Porto Alegre, mas Rildo ainda não tem data para ser promovido.

O plano do Grêmio é incrementar o elenco principal para possível maratona de jogos depois da retomada do calendário.

O UOL Esporte mostrou que Rildo deve ser promovido ao lado de Diego Rosa e Elias, outros destaques do time que jogou a Copinha em janeiro. A dupla também negocia novos contratos.

Natural do Mato Grosso, Rildo começou no Rondonópolis Esporte Clube e de lá foi para o São Paulo, onde ficou entre 2010 e final de 2016. Em março do ano seguinte, chegou a Porto Alegre e a formação pesou. Além dos dias em Cotia, o fato de ter passado por time que garimpa atletas jovens também ajudou.

O Rondonópolis fez aparecer Valdívia, meia-atacante que chamou atenção do Inter em uma Copa São Paulo e foi contratado. O cabeludo chegou a ser um dos principais destaques do time gaúcho em 2015, mas no ano seguinte teve séria lesão no joelho.

Futebol