PUBLICIDADE
Topo

Juca: "Tiago Nunes estabeleceu regras que devem ter criado um mal-estar"

Do UOL, em São Paulo

08/04/2020 04h00

Durante o primeiro bloco do podcast Posse de Bola #27, Juca Kfouri fala sobre o trabalho do técnico Tiago Nunes no Corinthians e se ele teria sido boicotado pelos jogadores do clube pelo qual foi contratado no final de 2019, mas passou a trabalhar como técnico apenas no início deste anos.

Na opinião de Juca, o treinador corintiano pode ter desagradado os jogadores com algumas regras estabelecidas e, assim, os atletas não estão dispostos a fazer o que Nunes tem pedido, o que poderia explicar a forma como o time piorou das primeiras para as últimas semanas de trabalho antes da parada devido à pandemia do novo coronavírus.

"Ele chegou ali para mudar o jeito que a torcida do Corinthians não aguentava mais de ver o Corinthians jogar. Foi lá quebrar paradigmas, mas eu acho que ele chegou com um pouco de sede demais ao pote, sem entender muito ainda, naturalmente, a cultura do Corinthians", afirma Juca (disponível no vídeo acima a partir de 5:54).

"E aquele regulamento que ele estabeleceu, eu acho que pegou muito mal entre os jogadores, pelo menos é essa a informação que eu tenho, a coisa de ter que esperar todo mundo acabar de jantar, acabar de almoçar para levantar. Ele estabeleceu regras que, entre as cobras criadas do Corinthians, deve ter criado um mal-estar", completa o colunista do UOL.

Outra impressão ruim deixada aos jogadores mais experientes se deu com as saídas de Jadson e, principalmente, Ralf, ídolo da torcida e símbolo de conquistas do clube.

"Mexeu, e aí eu acho que a diretoria foi fartamente responsável, mexeu no Ralf da maneira como mexeu. Então, ele não teve uma entrada simpática. E isso acaba cobrando o seu preço. Eu tenho para mim que os jogadores não estão fazendo ou muito dispostos a fazer aquilo que ele determina", afirma Juca.

"Pelo menos é o que a gente viu, a gente viu um começo muito esperançoso, já de diferença de estilo de jogo e isso foi se perdendo. Na verdade, não é que o Corinthians foi incapaz de progredir, o Corinthians foi regredindo a cada jogo. Isso, me parece, tem a ver com o relacionamento ruim entre ele e os jogadores", conclui o jornalista.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol