PUBLICIDADE
Topo

Desacreditado? Tardelli voltou ao Atlético-MG com o maior salário na CLT

Diego Tardelli chegou ao Atlético-MG de forma gratuita no mercado da bola, mas tem o maior salário do elenco - Bruno Cantini/Atlético-MG
Diego Tardelli chegou ao Atlético-MG de forma gratuita no mercado da bola, mas tem o maior salário do elenco Imagem: Bruno Cantini/Atlético-MG

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

30/03/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Tardelli rescindiu deixou o Grêmio após uma temporada sem bons números. Livre no mercado da bola por quase um mês, acertou o retorno ao Atlético-MG
  • Mesmo depois do insucesso em Porto Alegre, ele chegou valorizado à Cidade do Galo. Não à toa é dono do maior salário do time na CLT
  • Autor de sete gols em 47 jogos pelo Grêmio, o centroavante de 34 anos volta ao time mineiro com vencimentos de R$ 300 mil mensais na carteira
  • O pagamento do jogador de 34 anos é o maior do atual elenco. Não há outro membro no plantel comandado por Jorge Sampaoli com salário semelhante
  • Ricardo Oliveira tem a segunda maior remuneração. Ele recebia R$ 180 mil mensais até o fim de 2019, mas recebeu aumento e fatura R$ 276 mil por mês

Diego Tardelli rescindiu o contrato com o Grêmio após uma temporada sem bons números. Livre no mercado da bola por quase um mês, o atacante acertou o retorno ao Atlético-MG em fevereiro passado. Mesmo depois do insucesso em Porto Alegre, ele chegou valorizado à Cidade do Galo. Não à toa é dono do maior salário do time na CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas).

Autor de sete gols em 47 jogos pelo Grêmio, o centroavante de 34 anos volta ao time mineiro com vencimentos de R$ 300 mil mensais na CLT. O pagamento do jogador de 34 anos é o maior do atual elenco. Não há outro companheiro comandado por Jorge Sampaoli com salário semelhante a esse. Ricardo Oliveira tem a segunda maior remuneração. Os vencimentos do veterano eram de R$ 180 mil mensais até o fim de 2019, mas aumentaram para R$ 276 mil na extensão do acordo.

O contrato do ídolo atleticano ainda estabelece premiação em caso de conquistas. Os valores não são especificados, mas o atleta será bonificado se o time faturar os torneios que disputa. Hoje, o Galo segue no Campeonato Mineiro e terá o Brasileirão. A equipe já foi eliminada das Copas Sul-Americana e do Brasil.

Diego Tardelli assinou com o Atlético até o fim de 2020. O vínculo também estabelece renovação automática por mais uma temporada se ele atingir metas definidas entre as partes.

O presidente Sérgio Sette Câmara é rigoroso em relação aos valores pagos a atletas. O mandatário estabeleceu que o teto salarial do clube é de R$ 500 mil mensais —incluindo CLT (60% do montante) e direitos de imagem (40% do montante). Por isso, o máximo que um atleta recebe na CLT é R$ 300 mil.

A postura da gestão era a mesma na temporada passada, quando o maior salário do elenco pertencia a Elias. Ele também faturava o mesmo valor de Diego Tardelli.

Atlético-MG