PUBLICIDADE
Topo

Pausa do futebol pode complicar a situação de Jucilei após saída do SPFC

Jucilei, quando treinava pelo São Paulo - Rubens Chiri/saopaulofc.net
Jucilei, quando treinava pelo São Paulo Imagem: Rubens Chiri/saopaulofc.net

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

25/03/2020 04h00

No início de fevereiro, o São Paulo acertou a rescisão do contrato de Jucilei. O volante, que tinha acordo com o clube até dezembro de 2021, então ficou sem clube. A expectativa era de se acertar logo com outro time, mas ele não fechou um acordo e a situação pode ficar ainda mais complicada. Com a pausa nos campeonatos por causa da pandemia do coronavírus, mesmo que ele concretize uma transação, não poderá retomar uma rotina normal de treinamento.

Após rescindir com o Tricolor paulista, o jogador foi para o Rio de Janeiro para ficar mais perto da família e treinar por conta própria para manter o condicionamento físico. A última vez que ele entrou em campo foi no clássico com o Santos, em 16 de novembro. Vale destacar ainda que na última temporada, Jucilei chegou a ficar afastado do time principal e entrou em campo apenas em 11 partidas, jogando 623 minutos.

Neste ano, ele ficou perto de acertar transferência para o Vasco, mas as negociações não transcorreram da maneira esperada. O estafe do jogador trabalha no mercado da bola para tentar encontrar um novo clube. Aos 31 anos, o jogador ainda desperta interesse de clubes da Ásia e de alguns países da Europa.

Na rescisão com o São Paulo, ficou acertado que Jucilei será pago nos próximos quatro anos — o Tricolor prevê uma economia de cerca de R$ 6 milhões. O jogador aceitou abrir mão de cerca de 30% dos seus vencimentos para ficar livre no mercado.

São Paulo