PUBLICIDADE
Topo

Blogueiros: como Palmeiras deveria se posicionar quanto à Copa Rio 51

Capa de A Gazeta Esportiva que noticia o título mundial do Palmeiras em 1951 - Reprodução
Capa de A Gazeta Esportiva que noticia o título mundial do Palmeiras em 1951 Imagem: Reprodução

Do UOL, em Santos (SP)

24/03/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Como Palmeiras deveria se posicionar em relação à conquista de 51?
  • Perrone: "Palmeiras não deve ficar se posicionando sobre isso"
  • Benja: "Deveria tratar esse título como mais uma grande conquista"
  • Marcel: "Interclubes de 60 a 2004 também não foi organizado pela Fifa"

Se tem algo que o torcedor alviverde já deve ter cansado de ouvir é a provocação "o Palmeiras não tem Mundial". Ontem (23), o jornalista Juca Kfouri resgatou o tema e afirmou que a 'Copa Rio 51 é, provavelmente, o maior feito de um clube brasileiro' em toda história. E não precisamos dizer que muita gente concordou e outras tantas discordaram.

Pouco depois do post no blog do Juca, publicamos as opiniões dos blogueiros do UOL Esporte sobre a relevância do título, e hoje damos sequência ao assunto com a seguinte questão: Como você acha que o Palmeiras deveria se posicionar em relação à conquista? Afirmar que é Mundial? Primeira conquista internacional? Confira as respostas abaixo:

ANDRÉ ROCHA

O Palmeiras deveria valorizar e contextualizar melhor a Copa Rio que conquistou, sem querer equiparação com as competições atuais.

As piadas e músicas só existem porque o próprio clube desvalorizou a conquista de 1951 suplicando reconhecimento.

Afinal, o que é a Fifa perto do Palmeiras para definir a grandeza de um título? Fifa não tem torcida nem título, é apenas uma entidade que, a rigor, cuida da "burocracia" do esporte. A razão da existência do futebol são clubes e seleções.

Leia o blog do André Rocha.

BENJA

A meu ver o clube deveria tratar esse título de 1951 como mais uma grande conquista do Palmeiras, e não ficar forçando esse torneio como se tivesse o mesmo peso do Mundial. Contra o Manchester, em 1999, teve a possibilidade, mas não conseguiu, mas montando equipes fortes como vem acontecendo, podem aparecer mais oportunidades.

Leia o blog do Benja.

JUCA KFOURI

Dizer que provavelmente foi a conquista mais importante de um clube brasileiro.

Leia o blog do Juca.

JULIO GOMES

O Palmeiras cria um problema para ele mesmo ao tentar transformar 51 em título mundial. O próprio clube criou a piada ao tentar forçar a barra. Deveria tratar como uma conquista internacional da época e tal, mas não ficar tentando enfiar goela abaixo a história de ser campeão mundial.

Leia o blog do Julio Gomes.

MARCEL RIZZO

Dá na mesma. O interclubes de 1960 a 2004 também não foi organizado pela Fifa e todos os clubes sempre se autodeclararam corretamente como campeões mundiais. A Fifa, que lembre-se estava no Brasil durante a Copa Rio, só declarou como Mundial o Interclubes poucos anos atrás.

Leia o blog do Marcel Rizzo.

MILTON NEVES

Deve se posicionar como primeiro campeão mundial de clubes. Apesar que o mais legítimo campeão do mundo chama-se Santos Futebol Clube. Em 62 e 63, o Santos fez dois grandes jogos, ida e volta, contra Benfica e Milan.

Isso sim é final de mundial! O campeão da Libertadores e o campeão da Liga do Campeões. Não estes torneios em países folclóricos da bola do Oriente Médio, Ásia e Oceania, países que têm direito a voto para sustentar desejos da Fifa.

Atlético Mineiro e Internacional, por exemplo, perderam para times mortos, que nada acrescentam a uma disputa como um Mundial.

Leia o blog do Milton Neves.

PERRONE

Acho que o Palmeiras não deve ficar se posicionando constantemente sobre isso. Pedir reconhecimento de Mundial à Fifa foi um erro na minha opinião. Parece preocupação com o que rivais falam. O que interessa para o Palmeiras e o palmeirense não é a opinião dos outros. Se o torcedor comemorou na ocasião como Mundial, é o que vale para o clube. Diga que ganhou a Copa Rio e explique a importância do torneio.

Leia o blog do Perrone.

Palmeiras